ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  02    CAMPO GRANDE 15º

Direto das Ruas

Leitora reclama de vacinação no mesmo lugar dos testes com suspeitas de covid

Por Silvia Frias | 24/03/2021 14:41
Na USF Jardim Batistão, acompanhantes, casos suspeitos e chegada de idosos no mesmo local, sem separação (Foto: Direto das Ruas)
Na USF Jardim Batistão, acompanhantes, casos suspeitos e chegada de idosos no mesmo local, sem separação (Foto: Direto das Ruas)

O atendimento simultâneo de idosos na vacinação contra covid-19 e para testes de casos suspeitos da doença gerou revolta na fotógrafa Katiania Ormond, 40 anos, que levou o pai, de 70 anos, para imunização na USF (Unidade de Saúde Familiar) no Jardim Batistão esta manhã. Os dois procedimentos, vacina e testagem, são oferecidos nas mesmas 30 unidades de Campo Grande.

Katiania chegou à UBS do Batistão por volta das 8h e começou a perceber pessoas com suspeita da doença no mesmo local. Dentro do posto, os idosos estavam sentados respeitando o distanciamento, enquanto aguardavam a chamada para vacinação. Os acompanhantes aguardavam do lado de fora. "O problema estava justamente nessa área", diz ela.

A fotógrafa ficou surpresa ao notar a chegada de rapaz que se apresentou para fazer a testagem de covid. “Ele disse que estava tossindo, com febre, dor de cabeça, na garganta e no corpo e foi para o exame”. Katiania estranhou, pois havia recebido informação de que a unidade estava aberta somente para vacinação e para distribuição de remédios.

Ela conta que começou a filmar e reclamar da situação, mostrando idosos que chegavam ao local e ficavam próximos de pessoas com sintomas da covid. Segundo ela, por conta do sol forte, uns acabavam se aproximando dos outros e ficando na varanda. "O rapaz suspeito da doença, permaneceu ali e só foi atendido após o início das filmagens", comenta.

Katiania diz que, quando estava indo embora, outro rapaz chegou para exames. Segundo ela, a funcionária do posto arrastou a mesa de triagem da vacinação para covid para outro lado da porta, como forma de remediar a situação e tentar separar os grupos.  “Eu acho que não mudou nada”, avalia

Ela disse que ligou no disk-denúncia 156 e foi orientada a ligar para a Guarda Municipal. No 153, a informação, segundo ela, é que não havia equipe naquele momento para averiguar a denúncia. A Guarda contesta a informação é garante que enviou, inclusive, viaturas e motos estiveram no local realizando as Orientações.

A Secretaria de Saúde foi consultada sobre a possibilidade de divisão de testagem e vacinação, em postos alternados.

Em nota, a Sesau explicou que "todas as unidades de saúde estão orientadas a organizar as filas para a vacinação com a distribuição de senhas e seguindo as medidas de biossegurança, como a manutenção do distanciamento mínimo de 1,5 m entre cada pessoa e uso obrigatório de máscara. As orientações também são reforçadas aos pacientes durante o atendimento, sendo necessário a colaboração de todos"

Ainda segundo a Secretaria, "nesta semana as unidades da Atenção Primária estão realizando somente a vacinação contra a Covid-19 e coleta de exame de RT-PCR. O serviço está disponível e, portanto, não pode haver negativa no atendimento de pessoas que eventualmente compareçam às unidades para realizar o procedimento. Diferente do que foi relatado, o atendimento a estes pacientes não é feito no mesmo local de vacinação. Eles seguem fluxos de atendimento diferentes. Os pacientes sintomáticos também são orientados a não circularem pela unidade e devem permanecer somente nos locais definidos para atendimento".



Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário