ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 31º

Direto das Ruas

Sofrendo com sequelas da covid, moradora denuncia queima de lixo em residência

Mesmo em propriedade privada, ação é criminosa e legislação prevê multa entre R$ 2.339 e R$ 9.356

Por Aletheya Alves | 20/06/2021 16:38

Moradora da Vila Almeida há um ano, Danielle Gimenes, de 28 anos, relata que vizinhos têm como prática queimar lixo dentro do quintal e, sem saber o que fazer, resolveu registrar a situação para denunciar. Além do tempo seco, a professora explica que sequelas deixadas pela covid-19 deixam o problema ainda maior.

Cansada, Danielle destaca que é só ver a fumaça subindo para começar o estresse unido à preocupação. “Minha vizinha coloca fogo no lixo todos os dias, não tem um dia que dê para lavar roupa. Até parece que a coleta não passa aqui porque a abençoada tem coisa para queimar todo dia”, explica.

Além da dor de cabeça, a professora explica que após ter contraído coronavírus, o sistema respiratório não voltou a ser o mesmo. “A fumaça entra toda dentro de casa, nós respiramos e atrapalha bastante na questão respiratória”, diz.

A suspeita de Danielle é que os vizinhos reúnem folhas secas e queimam cotidianamente. De acordo com a Lei de Crimes Ambientais número 9.605, a ação é considerada crime de poluição.

Em Campo Grande, a legislação prevê multa entre R$ 2.339 e R$ 9.356 para pessoas que forem flagradas ateando fogo em área urbana. A orientação é de que a denúncia seja feita através do 156 com o endereço do local.

Direto das Ruas - A reclamação chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário