ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 24º

Economia

42,5% dos comerciantes esperam vender até R$ 200 por pessoa

No geral, 66% dos entrevistados esperam vender mais na data, se comparar com 2023

Por Izabela Cavalcanti | 30/04/2024 09:18
Manequins com vestidos expostos em loja de Campo Grande (Foto: Paulo Francis)
Manequins com vestidos expostos em loja de Campo Grande (Foto: Paulo Francis)

No Dia das Mães deste ano, 42,57% dos comerciantes de Campo Grande esperam vender média de R$ 101 a R$ 200 por pessoa. A data é comemorada no segundo domingo do próximo mês, 12 de maio.

O levantamento realizado pela ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande) mostra também que para 29,70%, o valor do presente será superior a R$ 201. Já 18,81% acreditam que o investimento dos clientes deverá ser de R$ 51 a R$ 100. Apenas 4% acreditam que o valor será de até R$ 50.

No geral, 66% dos entrevistados esperam vender mais na data, se comparar com 2023. Deste percentual, 29,70% creem em uma alta de 11% até 20%; e 25,74% acreditam que podem vender até 10% a mais; outros 11% esperam que as vendas possam ser superiores a 21% quando comparados ao mesmo período do ano passado.

Por outro lado, 26,3% dos entrevistados revelaram que o volume de vendas deve resultar no mesmo patamar do ano passado; e para 6,93%, a expectativa é de que haja queda nas vendas.

Pensando em alavancar as vendas, 92% dos respondentes informaram que farão alguma ação nesta data, como facilitar os prazos de pagamento, criação de promoções, ofertas exclusivas e campanhas nas redes sociais, por exemplo.

O vice-presidente da ACICG, Omar Aukar, explica que o Dia das Mães é uma das datas mais aguardadas pelo comércio.

“O Dia das Mães é uma data com apelo emocional grande e que por isso traz inúmeras oportunidades comerciais, porque a maioria das pessoas procura presentear. Alguns segmentos acabam se destacando, como moda, calçados, acessórios, perfumaria e floricultura. Mas o setor de serviços também deve faturar com a data, como a área de estética e de alimentação. Muitas famílias saem para celebrar o domingo, o que beneficia muitos restaurantes, por exemplo”, pontuou.

A pesquisa foi realizada com 101 empresários, entre os meses de março e abril. O levantamento ocorreu nos setores de vestuário, perfumaria, eletrônicos, alimentação, joias, entre outros serviços.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias