A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

09/06/2009 15:25

Acerto de produtores e Independência deve ser tranquilo

Redação

O acerto de contas entre o frigorífico Independência e pecuaristas credores deve transcorrer tranquilamente, segundo o presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Ademar da Silva Júnior.

Quem tem a receber do grupo Independência tem até o dia 17 de junho, quarta-feira, para se habilitar ou impugnar, caso não concorde com os valores propostos para pagamento de credores dentro do processo de recuperação judicial.

Entretanto, segundo Ademar, a lista com os valores, divulgada pelo site do Independência, está "batendo" com os valores apresentados pelos produtores, com raras exceções.

"Estamos fazendo um encontro de contas, casando as informações dos pecuaristas com os valores divulgados no site do Independência, mas está tudo praticamente se encontrando, com raras exceções, de produtores que têm terras aqui, mas moram fora, em outros estados como Paraná e São Paulo", explicou, enfatizando que o acerto deve transcorrer sem maiores problemas.

Só os pecuaristas de Mato Grosso do Sul têm credito de cerca de R$ 46 milhões com o grupo Independência, segundo dados apurados pelo Sindicato Rural de Campo Grande. No País, a dívida do grupo é estimada em mais de R$ 3 bilhões, principalmente com bancos.

Da dívida com os bancos, R$ 2,28 bilhões estão sujeitos à recuperação judicial. Outros R$ 225,3 milhões referem-se a débitos do frigorífico com fornecedores.

O pedido de recuperação judicial foi feito em março, quando a unidade suspendeu abate em suas plantas.

Diante desta situação e da quebra de outros frigoríficos, as federações de Agricultura e Pecuária de MS, MT e GO lançaram o programa "Só à vista" para que os criadores deixem de vender a prazo e minimizem os riscos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions