A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

13/03/2017 09:23

Agências amanhecem novamente com filas de gente sacando FGTS

Renata Volpe Haddad e Elci Holsback
Fila de trabalhadores nesta manhã, na agência da Caixa Econômica, na rua 13 de Maio. (Foto: Marcos Ermínio)Fila de trabalhadores nesta manhã, na agência da Caixa Econômica, na rua 13 de Maio. (Foto: Marcos Ermínio)

O movimento de trabalhadores nas agências da Caixa Econômica Federal localizadas nas ruas 13 de Maio e Barão do Rio Branco, Centro de Campo Grande, na manhã desta segunda-feira (13) está tranquilo em comparação com a sexta-feira (10), quando os saques do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) foram liberados.

No entanto, há filas com pelo menos 40 pessoas aguardando atendimento. A maioria busca explicações de quantia de valores, saldos e problemas no saque.

O pedreiro Antônio Neto Fagundes, 30, enfrentou filas na sexta-feira e no sábado e conseguiu sacar apenas metade do FGTS que tem direito. "Fui sacar tudo e só saiu metade do dinheiro, na sexta. Retornei no sábado para atendimento, mas como estava sem carteira de trabalho, pediram para eu retornar hoje", explica.

Desempregada, Sirlei Mantovani, não tem Cartão Cidadão e com a carteira de trabalho em mãos, enfrenta fila nesta manhã para sacar o FGTS na boca do caixa. "Resolvi vir hoje porque não tive tempo no fim de semana e achei que nesta segunda-feira o movimento estaria mais tranquilo e dei sorte", diz.

A copeira Francisca Mera, procura atendimento nesta manhã para saber o saldo de contas inativas do FGTS. (Foto: Marcos Ermínio)A copeira Francisca Mera, procura atendimento nesta manhã para saber o saldo de contas inativas do FGTS. (Foto: Marcos Ermínio)

A copeira Francisca Mera só vai poder sacar o benefício em junho, já que nasceu em novembro, mas não consegue ver no site da Caixa, a quantia disponível. "Eu estou acessando o site mas o FGTS está zerado e eu não saquei. Preciso resolver isso e saber o que pode estar acontecendo", afirma.

Na agência da Barão do Rio Branco, o auxiliar de serviços gerais, Jailson Silva Oliveira, 44, chegou às 6h30. Ele aproveitou a folga, saiu de Terenos onde mora, para sacar o FGTS em Campo Grande. "Na minha cidade não tem agência e madruguei porque achei que fosse estar bem cheio, mas até que não tem muita gente", relata.  

O frentista Silvano Teixeira de Carvalho, 30, também aproveitou a folga para poder sacar o dinheiro. "Deixei para hoje porque sexta-feira tinha muita gente e não quis arriscar", afirma. 

As agências de Campo Grande abriram duas horas antes hoje e irão abrir mais cedo amanhã também, às 9h, para saques do FGTS e também para esclarecer dúvidas de trabalhadores.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions