A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Maio de 2018

26/02/2009 15:09

André atende setor e reduz pauta fiscal do boi e da vaca

Redação

O governador André Puccinelli assinou no início da tarde de hoje portaria que reduz as pautas fiscais do boi e da vaca em pé em Mato Grosso do Sul.

Em reunião com o secretário de Fazenda do Estado, Mário Sérgio Lorenzetto, ficou definida queda na pauta do boi de R$ 82,40 para R$ 72,00 e da vaca passará de R$ 71,00 para R$ 66,00.

A medida é tomada como forma de tranqüilizar o mercado e preservar empregos, anunciou o governador. Antes do almoço, o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), Laucídio Coelho Neto, e a Secretaria de Produção, Tereza Cristina Correa Costa, estiveram com o governador e repassaram algumas preocupações do setor.

"Argumentamos que está difícil vender e difícil comprar porque o produtor não está satisfeito com o preço pago pela arroba", detalha Laucídio.

Um agravante, que colaborou para a decisão de reduzir as pautas, avalia o produtor, foi o anúncio hoje de suspensão de abates em 10 unidades do Frigorífico Independência, duas delas em Mato Grosso do Sul.

Segundo Laucídio, o assunto foi discutido, mas não foi determinante para a redução.

Durante a conversa na governadoria, nenhuma proposta de índice a ser cortado foi feita a Puccinelli e o governador disse apenas que trataria da questão com o secretário da Sefaz. "Só estou sabendo agora da decisão, o que demonstra extrema sensibilidade da parte do governo", avalia Laucídio.

A Secretaria de Fazenda chegou aos novos valores levando em consideração a queda no preço da carne no mercado.

"De imediato, o governo atende os frigoríficos, que vão ter de pagar menos impostos, mas depois vai beneficiar produtor e também o consumidor", garante o presidente da Acrissul.

Os novos valores devem ser publicados amanhã, em Diário Oficial.

No dia 20 de janeiro o governo estadual havia elevado em 11% a pauta fiscal do boi gordo, usada como base para recolhimento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

A arroba aumentou de R$ 73,80 para 82,40. Na época também foi definido diferencial para as operações interestaduais, com arroba fixada em R$ 93,60, mas os índices foram revogados e equiparados.

Em dezembro, o governo do Estado já havia reduzido a pauta da arroba da carne de vaca em 15% e a carne de boi em 13%.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions