A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/12/2009 11:19

André dá uma semana para setor da cana se adequar

Redação

Em reunião ontem à tarde com empresários do setor sucroacooleiro, o governador André Pucinelli (PMDB) determinou condições para concessão de benefícios fiscais. Se não forem atendidas até o fim deste ano, ou seja, em praticamente uma semana, além de perder a oportunidade de aumentar o crédito, as empresas perderão o que já têm.

O governador explicou que, além do ICMS presumido, havia concedido 2% a mais de crédito ao setor, mas reduziu a 1%, até que as determinações sejam atendidas. Se isso não correr, os benefícios fiscais serão suspensos.

A principal preocupação do governo é com a deterioração das pontes por conta do excesso de peso, principalmente por conta dos caminhões carregados com cana-de-açúcar. O Diário Oficial do Estado desta terça-feira traz decreto que trata das operações fiscais com a cana-de-açúcar.

Ontem os representantes do setor assumiram compromisso verbal de observar, por escrito, os requisitos do governo quanto o limite de peso transportado nos veículos. "Disseram que vão falar com o Sindicato e farão a observância dos requisitos por escrito. Se até a virada do ano não o fizerem, em 2010 perderão os benefícios", disse André.

Segundo o governador, mais de 100 pontes foram destruídas no Estado, devido ao excesso de cargas transportadas por caminhões. O maior responsável por esta situação é o setor sucroalcooleiro. "Além de não ter Fundersul, que a lei disse que deveria ter, estão colocando em cima do caminhão peso acima de 60 mil quilos, 90 mil quilos. E isso faz com que ocorram os estragos", reclamou André, na segunda-feira.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions