A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/09/2009 11:38

André reduz repasse a poderes após queda na arrecadação

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) confirmou nesta manhã que o repasse aos poderes vai ser reduzido, devido à queda de arrecadação, mas enfatizou que não teme "chiadeira" do Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado.

Com a diminuição da quantidade de gás natural importado da Bolívia, o Estado perde mensalmente recursos em ICMS.

Puccinelli enfatizou que a queda do duodécimo se deve à diminuição da receita líquida corrente. Como os repasses estão vinculados, os poderes devem sentir diretamente os efeitos da crise.

Entretanto, o único índice divulgado pelo governador nesta terça-feira é do TJ (Tribunal de Justiça) de Mato Grosso do Sul, que terá corte de R$ 1,8 milhão.

Sobre os outros poderes, Puccinelli não adiantou números. Só disse que os outros órgãos perderão menos receita, já que tiveram seus repasses congelados por um bom tempo.

Mesmo com a queda, Puccinelli não acredita em chiadeira por parte dos poderes. "A lei está sendo cumprida. Desta forma, não há como ter chiadeira", afirmou.

Há possibilidade, inclusive, que Tribunal de Justiça, Ministério Público Estadual, Tribunal de Contas e Assembleia Legislativa enfrentem dificuldades para pagar o 13º salário.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions