A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 13 de Outubro de 2019

26/09/2019 11:25

Antes de assinar declaração, ministros tomam café pantaneiro e fazem trilha

Representantes de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul encerram agenda na cidade turística nesta quinta-feira (26)

Jones Mário e Silvia Frias, enviada a Bonito
Cardápio do café pantaneiro tem chipa, pão caseiro, sopa paraguaia e até doce de abóbora (Foto: Paulo Francis)Cardápio do café pantaneiro tem chipa, pão caseiro, sopa paraguaia e até doce de abóbora (Foto: Paulo Francis)

O dia dos representantes dos países do Brics começou com café pantaneiro na fazenda Ceita Corê, em Bonito, que recebe a 9ª Reunião dos Ministros da Agricultura de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, integrantes do grupo de nações emergentes. A programação desta quinta-feira (26) ainda conta com trilhas e visita à nascentes, antes da assinatura da Declaração de Bonito.

Capitaneados pela brasileira, Tereza Cristina, os ministros chegaram à fazenda de 1,7 mil hectares por volta das 9h30min, com uma hora de atraso em relação à programação prevista. A propriedade fica em área rural de Bonito, distante aproximadamente 30 quilômetros do centro da cidade, e foi fundada em 1968 por família mineira. O local tem criação de gado leiteiro e também explora agricultura e ecoturismo.

Após o café, regado com queijo, sopa paraguaia, pão de queijo, pão caseiro, chipa e doce de abóbora, os ministros partiram para duas trilhas dentro da fazenda. As autoridades poderão observar nascentes de rios pelo caminho.

Representantes dos países do Brics na fazenda Ceita Corê, em Bonito (Foto: Paulo Francis)Representantes dos países do Brics na fazenda Ceita Corê, em Bonito (Foto: Paulo Francis)

O passeio na Ceita Corê termina em almoço. Pela tarde, a comitiva retorna ao EcoSesi, onde devem se reunir novamente e assinar a Declaração de Bonito, que vai resumir os compromissos firmados pelos Países pela promoção de inovação e ações a fim de aprimorar novas soluções para sistemas de produção de alimentos. O ato encerra a agenda oficial no município.

Além de Tereza Cristina, representam seus países o chefe de delegação da Índia, Bimbadhan Pradhan; e os vice-ministros da Agricultura da Rússia, Sergey Levin; da China, Taolin Zhang; e da África do Sul, Mcebisi Skwatsha.

Reunião - A programação do encontro começou na quarta-feira (25), no EcoSesi. Entre as pautas da reunião estão a inovação tecnológica na agropecuária diante do aumento da população mundial e da demanda por alimentos.

Palco do encontro de ministros alia pecuária, agricultura e ecoturismo (Foto: Paulo Francis)Palco do encontro de ministros alia pecuária, agricultura e ecoturismo (Foto: Paulo Francis)

O encontro ainda pretende fortalecer a cooperação entre os integrantes do grupo a fim de cumprir as metas da Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável. Em novembro, os chefes de Estado de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul se reúnem em Brasília, na 11ª Cúpula do Brics.

Segundo números divulgados antes do encontro, os países do Brics movimentaram US$ 17,3 bilhões e 40,9 milhões de toneladas em exportação, de janeiro a junho deste ano. A comercialização de soja e seus derivados foi destaque, responsáveis por R$ 11,9 bilhões. Em 2018, o grupo somou US$ 38,4 bilhões em vendas para o exterior.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions