A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/02/2014 21:36

Banco é condenado a indenizar artesã que teve nome negativado invevidamente

Zana Zaidan

Uma consumidora receberá do banco Itaucard R$ 7 mil por ter o nome indevidamente negativado ao não quitar um débito referente à contratação de um serviço bancário que ela não havia solicitado. O juiz da 6ª Vara Cível de Campo Grande, Daniel Della Mea Ribeiro, entendeu que Elza Cardoso de Oliveira sofreu danos morais, e determinou que, além da indenização, o banco considere o débito inexistente. A instituição pode recorrer da decisão.

A autora do processo narrou que ao tentar comprar produtos no comércio local, soube que seu nome havia sido negativado pelo banco, por conta de um débito de R$ 42. Disse, no entanto, que não solicitou e muito menos desbloqueou qualquer cartão de crédito emitido pelo requerido.

Em contestação, o banco alegou que já procedeu com a exclusão do nome da autora do cadastro dos devedores, bem como o cancelamento do débito e, por isso, não haveria dano moral a ser indenizado.

No entanto, o juiz observou que o banco réu não contestou especificadamente os fatos apresentados pela autora, a respeito da inexistência da relação jurídica e inscrição do seu nome nos órgãos de proteção ao crédito.
Assim, Ribeiro julgou procedente a indenização por danos morais, uma vez que a autora sofreu evidente abalo moral com essa situação, já que o débito pelo qual seu nome fora negativado se mostrava irregular.

Por fim, para fixar o valor da indenização, considerou que a autora demonstra possuir pouca condição financeira, visto que se qualifica como artesã e reside em bairro simples da Capital e que a parte ré é uma instituição financeira de grande porte, com estrutura nacional e solidez econômica.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions