A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/06/2009 15:06

Capital perde para Terenos investimento de R$ 30 milhões

Redação

O município de Campo Grande deve perder o investimento de R$ 30 milhões na abertura de um laticínio, com previsão de produzir 600 mil litros de leite por dia. O Grupo Vencedor protocolou o pedido de isenção fiscal e área para se instalar em Terenos, a 30 quilômetros da Capital.

O prefeito de Terenos, Beto Pereira (PMDB), confirmou que a empresa pretende instalar a indústria no município. A carta consulta será analisada e aprovada pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento até a próxima semana. "Será o maior empregador privado de Terenos", destacou Pereira, sobre a previsão de gerar 350 empregos diretos.

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico de Campo Grande já havia aprovado a concessão de benefícios e incentivos fiscais, incluindo-se área. No entanto, faltava uma área para a instalação do laticínio. A primeira área esbarrou na falta de licenciamento ambiental.

O Grupo Vencedor deverá investir R$ 30 milhões, sendo de R$ 25 milhões de investimento e R$ 5 milhões de capital de giro. A indústria produzirá leite em pó, leite condensado, queijo e outros produtos lácteos.

Pereira afirmou que Terenos deverá conceder isenção de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) por cinco anos e do ISS (Imposto sobre Serviços) durante a construção. Além disto, a empresa deverá ganhar uma área de 30 hectares e terraplanagem. Só a prefeitura passará a empregar mais do que o laticínio no município.

A indústria começará a com a produção de 300 mil litros de leite por dia. Na segunda fase, a meta é atingir 600 mil litros por dia, ou 18,2 milhões de litros por mês.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions