A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

09/12/2011 12:19

Com salto de 71%, Campo Grande lidera investimentos no Centro-Oeste

Aline dos Santos

Capital deixou os vizinhos para trás e foi líder no ranking de investimentos em 2010

Arrecadação de IPTU, ICMS e ITBI cresceram no último ano. (Foto: Minamar Júnior)Arrecadação de IPTU, ICMS e ITBI cresceram no último ano. (Foto: Minamar Júnior)

Campo Grande deixou os vizinhos para trás e foi líder no ranking de investimentos na região Centro-Oeste em 2010. De acordo com o Multi Cidades, panorama dos municípios elaborado pela FNP (Frente Nacional de Prefeitos), na capital de Mato Grosso do Sul o investimento chegou a R$ 298 milhões, contra R$ 127 milhões em Goiânia (GO) e R$ 48 milhões em Cuiabá (MT).

Entre as dez cidades do Centro-Oeste com melhor desempenho, Dourados aparece em terceiro lugar, com investimento de R$ 86 milhões. Se comparado o investimento entre os anos de 2006 e 2010, Campo Grande deu um salto de 71%.

A recuperação econômica, após a crise mundial de 2008, o crescimento do emprego formal e aumento da renda refletiu na receita dos municípios. Na Capital, a receita total foi de R$ 1,6 bilhão no ano passado, com crescimento de 6,75% em comparação a 2009.

A receita inclui arrecadação de impostos como ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ITBI (Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis Inter Vivos).

No quesito ICMS, o valor arrecadado cresceu 6,8% em Campo Grande entre 2009 e 2010. Passando de R$ 248 milhões para R$ 264 milhões.

Com frota de 292 mil veículos em 2010, a décima sexta do país, a Capital teve recuo de 1,5% na arrecadação do IPVA, cujo é divido meio a meio com o Estado.

A expansão da economia também fica expressa na elevação do ISS (Imposto Sobre Serviço), que foi da ordem de 8,7%. Campo Grande seguiu uma tendência nacional. O imposto reflete o dinamismo econômico, que favoreceu o crescimento do setor de serviços.

No ano passado, a arrecadação de IPTU na Capital foi de R$ 164 milhões. O bom desempenho influenciou o resultado Centro-Oeste. A Capital sul-mato-grossense respondeu em 2010 por 23,5% da arrecadação da região.

Representativo do vigor do setor imobiliário, o ITBI teve aumento de 27% na arrecadação em Campo Grande quando comparado os anos de 2009 e 2010.

A prefeitura da Capital teve o maior aumento do Centro-Oeste com despesa de pessoal. O montante chegou a R$ 700 milhões em 2010, valor que corresponde a 46,2% da receita corrente.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


Se isso for bem analisado, veremos que é igual a chegar no fim da festa e encontrar ainda bastante comida. As outras capitais tiveram menos investimentos, porque já estão abarrotadas.
 
valter oliveira em 09/12/2011 06:48:43
Não tem nada a ver o que o amigo ai disse que Goiania e Cuiabá estão saturadas de investimentos, e por esse motivo os investimentos estão vindo pra cá, isso não existe..... Muito pelo contrário, essas cidades continuam recebendo muitos investimentos....
Mas a bola da vez é Campo Grande e a tendência e aumentar cada vez mais... Que assim seja!!!!!!
 
Gilson Flores em 09/12/2011 06:40:25
É com dor no coração que digo, mas é verdade... Campo Grande está correndo atrás, como Goiânia e Cuiabá estão um pouco saturadas de tanto investimentos, sobrou Campo Grande.
Mesmo fazendo divisas estratégicas com estados e países o Mato Grosso do Sul ainda engatinha quando se fala em investimentos comparando com outros estados do mesmo porte.
 
Geraldo Silva em 09/12/2011 04:49:09
Isso prova que nossa capital, não precisa de copa do mundo para crescer!!! Olha a capital visinha as obras da até medo!!!
 
wilke figueiredo em 09/12/2011 03:27:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions