A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

19/09/2018 11:32

Comércio prevê movimentação 6,02% maior este ano no Dia das Crianças

Gastos previstos com presentes tem aumento previsto de 4,31% comparado a 2017

Izabela Sanchez
Dia das Crianças deve movimentar R$ 130 milhões em Mato Grosso do Sul (Arquivo/Campo Grande News)Dia das Crianças deve movimentar R$ 130 milhões em Mato Grosso do Sul (Arquivo/Campo Grande News)

A movimentação do comércio, com o Dia das Crianças, no dia 12 de outubro, deve injetar R$ 130 milhões na economia de Mato Grosso do Sul. O levantamento é do IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento) da Fecomércio-MS (Federação do Comércio de Mato Grosso do Sul), em parceria com o Sebrae-MS (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

O aumento, em relação a 2017, é de 6,02% - 4,31% para movimentação com presentes e 1,71% para as comemorações -. Em Campo Grande, o valor estimado para compras é de R$ 12.003.568, com aumento de 26% em relação a 2017, quando foram gastos R$ 9.517.171. Em todo o Estado, os valores estimados para este ano são de R$ 40.667.421. O aumento, comparado a 2017, é de 1,70%, quando foram gastos R$ 39.985.240.

Segundo a pesquisa, os maiores gastos médios com presentes devem ocorrer em Chapadão do Sul (R$164,18), Nova Andradina (R$157,87) e em Aquidauana/Anastácio (R$152,05). Já no que diz respeito às comemorações, Ponta Porã (R$145,83), Dourados (R$142,95) e Campo Grande (R$140,39).

“Muitos indicadores econômicos ainda estão aquém do esperado, mas melhoraram significativamente. De modo que indicadores como a inadimplência reduziu, a evolução do emprego (diferença entre admissões e demissões) e as pretensões de contratação aumentaram”, comentou o presidente do IPF-MS, Edison Araújo.

Movimentação estimada para o comércio, segundo pesquisa da Fecomércio e do Sebrae (Reprodução)Movimentação estimada para o comércio, segundo pesquisa da Fecomércio e do Sebrae (Reprodução)

Do levantamento, 50,39% são mulheres e 51,10% têm intenção de presentear. O aumento médio sobre o valor do presente foi 7,78% comparado a 2017 e este ano é estimado em R$ 138,68. Já o gasto médio com a comemoração está 4,89% maior e alcançou R$124,22.

O que presentear – A pesquisa aplicou 2.546 questionários em 15 munícipios de Mato Grosso do Sul, de 13 de agosto a 3 de setembro. Entre os presentes preferidos estão os brinquedos, com 44,62% das intenções, roupas com 29,52% e calçados, com 9,09%. A pesquisa identificou que 73,05% querem comprar na semana do evento.
Mesmo com as obras do Reviva Centro, 79,39% querem comprar nas lojas do comércio central, e 70,60% vão pagar em dinheiro. Para escolher, 29,49% devem observar o preço e 29,28% o atendimento.

Os presentes preferidos pelos compradores serão brinquedos (44,62%), roupas (29,52%) e calçados (9,09%). As compras ocorrerão na semana do evento (73,05%), em lojas do centro (79,39%), utilizando o dinheiro como forma de pagamento (70,60%).

 

Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions