A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

16/07/2009 17:50

Concorrência acirrada reduz preço, diz dono de posto

Redação

Os donos de postos atribuem a acirrada concorrência entre os 132 estabelecimentos de Campo Grande o vai-e-vem nos preços dos combustíveis. A política não considera o pagamento de salários, no início de cada mês, mas o valor praticado pelo concorrente mais próximo.

Pelo menos esta é a explicação do proprietário do Posto São Marcos, localizado no cruzamento das ruas Padre João Crippa e Marechal Cândido Mariano Rondon, no centro. Aloisyo Coutinho, afirmou que o mercado dita o preço dos produtos. O estabelecimento revende o litro da gasolina a R$ 2,399.

No entanto, devido à redução na margem de lucro, Coutinho suspende, neste período, a venda por meio de cartões de débito e crédito. Ele justificou que as operadoras de cartão cobram 5% do valor pela utilização. Sobre a duração da promoção, o empresário destacou que o período depende da concorrência.

Cartel

Inflação do aluguel acumula queda de 0,34% em 12 meses
Usado no reajuste de aluguéis, o Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) acumula deflação (queda de preços) de 0,34% em 12 meses, de acordo com a se...
Sétimo lote do abono salarial 2016 começa a ser pago hoje
Quase 3,6 milhões de trabalhadores da iniciativa privada nascidos em janeiro e fevereiro e de servidores públicos com inscrição de final 5 podem saca...
Governo deposita nesta quinta o antepenúltimo lote do Abono Salarial de 2016
O governo federal deposita amanhã (18) o antepenúltimo lote do Abono Salarial de 2016, pago a trabalhadores que receberam remuneração média ao longo ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions