A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/04/2011 08:47

Consumidora vê “pegadinha” em tablóide de supermercado

Anny Malagolini
Rosângela Napoleão diz que é preciso ficar atenta na hora de fazer as comprasRosângela Napoleão diz que é preciso ficar atenta na hora de fazer as compras

Com um tablóide na mão, Rosângela Napoleão, de 46 anos, foi fazer compras nesta quinta-feira, no Hipermercado Extra, e ficou incomodada com o que encontrou.

Um queijo, que segundo o tablóide deveria custar R$ 2,59 cada 100 gramas, só era comercializado a partir de 400 gramas, passando a custar mais de R$ 10,00 cada pacote de queijo.

Outra reclamação da consumidora é sobre um salmão. O produto também está no tablóide de promoções do supermercado por R$ 29,90, mas na hora da compra, não encontra o produto. O único peixe da espécie disponível custava R$ 39,90.

Somente ao questionar um funcionário sobre o preço do salmão, ele disponibilizou o produto em promoção a ela.

De acordo com o Código de Defesa do Consumidor (Capítulo V, Art. 30), o estabelecimento deve fornecer o produto de acordo com a informação ou publicidade veiculada.

A consumidora entrou em acordo com o supermercado para pagar somente o valor que estava no tablóide.

A direção do hipermercado em Campo Grande foi procurada para comentar o caso e disse que a assessoria de imprensa funciona em São Paulo.

A reportagem entrou em contato com o órgão paulista, que também não respondeu à reclamação da consumidora.



Alem disso é frequente a "troca" de etiquetas nas prateleiras. Explico. Coloca-se a etiqueta de outro produto com preço mais baixo. Se você não prestar atenção ao que está escrito naquelas letras miudas, vai pagar mais caro no caixa, ou então passar pelo constrangimento de te mostrarem a etiqueta e afirmarem : O Sr. não prestou atenção. Eu quando vejo as etiquetas erradas (olá Rede Economica e Comper) arranco todas, mas isso é obrigação do estabelecimento. Com certeza a intenção é prejudicar o consumidor. PROCON ACORDA.
 
Ricardo Lopes em 09/04/2011 08:11:42
O Extra é assim mesmo, publicidade enganosa, entre outras coisas. O atendimento é péssimo, nunca tem caixa disponível para atender a demanda. Lá o consumidor não tem vez, só se reclamar muito!!
 
ana cristina em 08/04/2011 10:17:27
É só começar a boicotar esse estabelecimento comercial que as coisas melhoram. Deixem de comprar lá.... Vamos fazer uma grande campanha de boicote e essas empresas que só querem explorar os consumidores. E não é somente lá que isso ocorre. Temos que exercer o papel de cidadão. Quando pesar no bolso deles o boicote, as coisas mudarão.
 
JOAO ANDRE em 08/04/2011 10:00:33
Há pouco tempo atrás foi o peixe "extra gado" e agora isso.... "Épácábá!"
 
Gilberto Ramos em 08/04/2011 09:46:46
Isto é comum no Extra, e não é só isso, tudo o que você compra é necessário verificar e conformar pois sempre tem produtos anunciados com um preço nas gôndolas e quando se passa no caixa está, sempre, a maior. O que eu acho incrivel é que os erros nunca são para baixo, sempre para cima.
 
Marco Aurélio em 08/04/2011 09:35:29
Esse é o golpe mais velho que o do bilhete premiado.
 
Orlando Lero em 08/04/2011 09:33:10
os supermercados de campo grande precisa de uma fisclização mais intensa, eles fazem o que quqerem com o consumidor sem que lhes cause nenhum problema. essa mulher fez muito certo em fazer valer os seus direitos como consumidora, parabens que outros consumidores tenham a mesma iniciativa.
 
heber maykle em 08/04/2011 09:31:10
Se todas as pessoas fizessem isso, esses hipermercados que fazem isso uma rotina, não enganariam mais os consumidores. Parabens!!
 
Marcelo em 08/04/2011 09:19:15
Isto acontece sempre, os supermecados lançam os tablóides com promoções, mas nunca tem os produtos a disposição, eles tem a obrigação de substituir e o consumidor o direito de exigir outro produto de igual qualidade.
 
Wilson Gonçalves em 08/04/2011 09:06:05
Carl Marx, em seu "Manifesto Comunista" já alertava para a exploração do homem pelo homem.
É preciso estar atento e forte,já dizia Chico Buarque.
É isso aí Rosângela.
 
Mock Person em 08/04/2011 06:28:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions