A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

06/08/2015 17:56

Dólar tem 6ª alta seguida, rompe os R$ 3,50 e é o maior desde 2003

Priscilla Peres

O dólar comercial fechou em alta pelo sexto dia seguido nesta quinta-feira (6). Desta vez, quebrou a barreira dos R$ 3,50 após ter avançando 1,39%, e fechar o dia em R$ 3,537 na venda.

Essa é a maior cotação desde 5 de março de 2003, quando a moeda fechou a R$ 3,555. E ela se deve hoje, a divulgação da pesquisa Datafolha que mostrou que a presidente Dilma Rousseff (PT)com a pior avaliação, 71% de ruim/péssimo, superando Fernando Collor às vésperas do impeachment, em 1992.

Além disso, existe a perspectiva de que os juros norte-americanos podem subir no mês, o que também tem contribuído para elevar o dólar no mercado internacional. Juros mais altos nos EUA podem atrair para a maior economia do mundo recursos hoje aplicados nos mercados locais.

Por isso, operadores aguardavam a divulgação da geração de vagas no mercado de trabalho norte-americano, na sexta-feira, para calibrar suas apostas sobre a política monetária da maior economia do mundo.

Caixa Econômica Federal não usará empréstimo do FGTS em 2018
Apesar da necessidade de cumprir padrões mais elevados de segurança financeira a partir de 2019, a Caixa Econômica Federal não usará o empréstimo de ...
Déficit deverá ficar até R$ 40 bilhões abaixo da meta, diz ministro
O déficit primário – rombo nas contas do governo excluindo os juros da dívida pública – em 2017 deverá ficar de R$ 20 bilhões a R$ 40 bilhões abaixo ...
Prazo para microempreendedor regularizar situação é prorrogado até sexta-feira
Os microempreendedores individuais (MEI) em atraso com o governo ganharam mais três dias para regularizar a situação. O prazo para a quitação das dív...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions