A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

06/12/2011 20:22

Em Dourados, ceia de Natal tem variação de preço de até 234%

Paulo Fernandes

Pesquisa divulgada nesta terça-feira revela que os preços dos produtos natalinos dispararam em Dourados em relação ao ano passado e que há uma variação de preço do mesmo produto de até 234% entre um estabelecimento e outro.

Em comparação à pesquisa realizada em 2009, em igual período, o Procon constatou aumento médio nas frutas cristalizadas de 63,89%, no chester de 30,36% e no peru de 17,64%.

Os aumentos estão muito além do índice inflacionário. “O IPC (Índice de Preços ao Consumidor), medido pela Fipe e referente ao período de dezembro de 2009 a dezembro de 2011, registrou uma variação de 11,43%”, explica o diretor do Procon Rozemar Mattos em entrevista à assessoria de Comunicação Social da Prefeitura.

Entre os estabelecimentos comerciais, a maior diferença de preço foi constatada com relação aos panetones. O “panetone da casa” pode custar de R$ 2,99 a R$ 9,98, conforme o local. A diferença é de 234%.

Já a ameixa seca com caroço apresenta variação de R$ 7,90 a R$ 23,75 (diferença de 201%), e a sidra tradicional de maçã é vendida de R$ R$ 2,99 a R$ 8,79 – variação de 194%.

A orientação do Procon é fazer uma cuidadosa pesquisa de preço, avaliando sempre a relação preço-qualidade, sem deixar de ficar atento às informações contidas nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação.

“Deve ser sempre considerado o custo-benefício do deslocamento no caso de estabelecimentos que apresentam produtos mais baratos que o da sua região. Por fim, o consumidor deve sempre exigir a nota fiscal no ato da compra”, disse Rozemar Mattos.

Confira a pesquisa completa (arquivo do Excel):



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions