A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

30/03/2010 07:41

Em fevereiro, indústrias de MS elevaram produção em 14%

Redação

No mês de fevereiro a produção industrial de Mato Grosso do Sul aumentou 14% em relação a janeiro deste ano, conforme Sondagem Industrial do Radar Industrial da Fiems, realizado junto às empresas de Mato Grosso do Sul.

O estudo aponta a evolução da produção, utilização da capacidade instalada, estoque de produtos finais, compras de matérias primas e as expectativas dos empresários para os próximos seis meses.

Enquanto no mês de janeiro o indicador da evolução da produção industrial apresentava valor de 42 pontos, em fevereiro esse índice subiu para 47,8 pontos. O resultado, apesar de ter ficado abaixo da linha dos 50 pontos - patamar a partir do qual se registram evoluções positivas -, foi maior que o

mesmo índice obtido no mês anterior, indicando, deste modo, uma produção industrial em aceleração no Estado.

Além disso, a Sondagem Industrial revela ainda que o estoque efetivo das indústrias do Estado aumentou em 8,5% no mês de fevereiro com relação a janeiro deste ano.

Já expectativa com relação à demanda nos próximos seis meses apresentou um crescimento de 6,2%, indicando, de certa forma, um otimismo ainda mais disseminado na indústria sul-mato-grossense. Em fevereiro o indicador alcançou a marca de 64,9 pontos contra 61,1 pontos obtidos no levantamento referente ao mês de janeiro, permanecendo bem acima da linha divisória dos 50 pontos, bem como da média histórica nacional neste período que é de 58,4

pontos.

Com relação ao ICEI (Índice de Confiança do Empresário Industrial), que a exemplo dos indicadores da atividade industrial também varia de 0 a 100 pontos, o Radar da Fiems aponta que os empresários do Estado continuam otimistas. Ele alcançou a marca de 64,1 pontos, ou seja, resultado 9% superior a média histórica nacional do ICEI para o período que é de 58,8 pontos.

Segundo avaliação do Radar da Fiems, o destaque em Mato Grosso do Sul ficou por conta do aumento da confiança dos empresários industriais no que diz respeito à expectativa em relação à economia do Estado, que avançou de 64,7 para 67,6 pontos em março, isto é, crescimento de 4,5% em relação ao último

levantamento. (Com informações da assessoria de imprensa)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions