ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 19º

Economia

Estado tem aumento pelo 3º ano seguido no número de empresas

Pesquisa também indica que mulheres recebem salários menores do que homens, em todas as esferas empregatícias

Por Guilherme Correia | 23/06/2022 12:57
Cliente observa produto em loja de cosméticos em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)
Cliente observa produto em loja de cosméticos em Campo Grande. (Foto: Henrique Kawaminami)

Mato Grosso do Sul teve o terceiro ano seguido de crescimento no número de empresas e outras organizações, de acordo com o Cempre (Cadastro Central de Empresas), divulgado nesta quinta-feira (23) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Em 2019, eram 65.039 empresas no Estado, número que subiu para 69.974, em 2020 – um aumento de 7,6%. A maioria destes negócios eram do setor de comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas. Este setor é o dominante, mas sua participação gradativamente vem diminuindo, caindo de 38,68% em 2019, atingindo os 38,35% em 2020.

Já o segundo e terceiro lugares ficaram com atividades profissionais, científicas e técnicas, com 7,33%, e transporte, armazenagem e correio, equivalente a 6,32%.

A distribuição dos empreendimentos pelos municípios sul-mato-grossenses mostra que os maiores números, em 2020, são de Campo Grande, com 35,94% (27.132), Dourados, com 9,59% (7.245) e Três Lagoas, com 4,51% (3.411). Na outra ponta ficam Jateí, com 0,04% (37) e Japorã, com 0,06% (52).

Um empreendimento pode ter mais de uma UL (Unidade Local) e, conforme a pesquisa, havia 79.381 no Estado, em 2020, enquanto no ano anterior, eram 73.923.

Quando consideradas suas naturezas jurídicas, 73.382 eram entidades empresariais, 5.133 eram entidades sem fins lucrativos e 866 eram pertencentes à administração pública.

Mato Grosso do Sul tem quarto ano seguido de recuperação no número de pessoal ocupado total - o indicador subiu, atingindo o maior número na série histórica, com 607.345 pessoas ocupadas em 2020.

Número de empresas em Mato Grosso do Sul, entre os anos de 2006 e 2020. (Gráfico: Reprodução/IBGE)
Número de empresas em Mato Grosso do Sul, entre os anos de 2006 e 2020. (Gráfico: Reprodução/IBGE)

Média salarial - O salário médio mensal é maior entre os homens, cerca de R$ 3 mil, na comparação com as mulheres, com aproximadamente R$ 2,7 mil. Os maiores valores, em relação à escolaridade, são dos indivíduos com nível superior (R$ 5,8 mil), na comparação com os sem nível superior (R$ 1,9 mil).

O setor da administração pública paga os maiores repasses, em ambos os sexos, e empresas pagam os menores, para pessoas com nível superior.

A média também voltou a subir em Mato Grosso do Sul - passando de R$ 2.858,27 para R$ 2.968,88, entre 2019 e 2020.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias