A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019

15/10/2019 18:29

Financiamentos via FCO superam R$ 1,2 bilhão e bancos ainda recebem pedidos

Reunião nesta terça-feira resultou na aprovação de mais R$ 35 milhões para projeto de suinocultura

Humberto Marques
Conselho se reuniu nesta terça-feira para fazer avaliação sobre financiamentos do FCO. (Foto: Semagro/Divulgação)Conselho se reuniu nesta terça-feira para fazer avaliação sobre financiamentos do FCO. (Foto: Semagro/Divulgação)

Os financiamentos do FCO (Fundo Constitucional do Centro-Oeste) já atingiram R$ 1,247 bilhão neste ano, mas os bancos autorizados a operarem as linhas de crédito ainda recebem propostas de interessados. O secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, destacou que ainda há recursos tanto para o FCO Empresarial como para o Rural, após reunião nesta terça-feira (15) que aprovou mais R$ 35 milhões para investimentos.

“Em outros anos, nesta época já estávamos transferindo recursos do Empresarial para o Rural, mas graças à alocação de mais recursos, temos ofertas para as duas áreas”, disse Verruck, que preside o Ceif/FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO), que gere o fundo no Estado e se reuniu nesta terça na Semagro para avaliar o andamento das contratações e avaliar sobre novas propostas.

“Só hoje aprovamos R$ 35 milhões para a suinocultura, mostrando a expansão dessa atividade no Estado”, salientou Verruck, ao apontar que há mais propostas em andamento devido ao crescimento econômico do Estado. O FCO Rural já teve 1.334 contratações neste ano, perfazendo R$ 789 milhões em recursos. Outros 456 pedidos, em valor de R$ 352 milhões, tramitam no banco.

Em relação ao FCO Empresarial, são 1.744, pedidos aprovados, no total de R$ 458 milhões, e 134 propostas estão em tramitação –perfazendo R$ 463 milhões em solicitações. Verruck destacou que a recepção de propostas continua, com alterações: a linha para capital de giro, por exemplo, teve o teto elevado de R$ 170 mil para R$ 200 mil. O conselho se reunirá até 320 de outubro para nova avaliação.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions