A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

10/08/2013 16:28

Frio retorna na véspera do Dia dos Pais e lojas “queimam” estoque de Inverno

Aline dos Santos e Graziela Rezende
Muito movimento e vendas na região do Centro. (Foto: Marcos Ermínio)Muito movimento e vendas na região do Centro. (Foto: Marcos Ermínio)
Regina  e a sobrinha escolheram presente neste sábado. (Foto: Marcos Ermínio)Regina e a sobrinha escolheram presente neste sábado. (Foto: Marcos Ermínio)

Para os lojistas de Campo Grande, o frio não poderia ter retornado em melhor hora. Neste sábado, véspera do Dia dos Pais, a ordem é fazer promoção para limpar o estoque das peças de Inverno. O frio tardio de 2013, que só deu às caras em julho, ficou em descompasso com a programação dos comerciantes, que já precisam abrir espaço para as peças da Primavera/Verão.

Na loja de roupas Bumerang, a estratégia era vender calça jeans por R$ 49 e camiseta de algodão, mas a temperatura mínima de 10ºC, com sensação térmica de 3ºC, determinou a mudança de planos.

“O carro-chefe são as calças jeans, mas hoje estamos oferecendo e está saindo muitas jaquetas”, afirma a gerente Kátia Arruda. Ela conta que a média dos gastos para presentear os pais é de R$ 150. “Percebi um aumento de 15% a 20% nas vendas, muito bom o frio ter vindo junto com a data”, comemora.

Gerente da loja Feirão dos Calçados, Marcelo Silva conta que a promoção com preços de R$ 10 a R$ 30 tem atraído os clientes. “Estão comprando mais de um par. Neste ano, as vendas, com certeza, estão melhores”, diz.

A depiladora Regina Gomes Batista, de 41 anos, aproveitou o sábado para garantir o presente do irmão. Ela comprou dois pares de tênis para que a sobrinha de 3 anos o presenteie amanhã. A recreadora Elizabeth Brites Bastos, de 32 anos, vai dar presente para o sogro.

Ela planeja gastar até R$ 150. “Estou procurando uma camiseta, um pijama ou os dois”. Antes da compra, ela promete fazer bastante pesquisa de preço.

O comportamento mais prudente dos consumidores foi constatado pela vendedora da loja Perfect, Taiamara Ortiz. “Tem grande movimentação e parece que as pessoas estão comprando. Mas, a maioria olha e diz que volta depois”, relata.
Segundo a ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), a expectativa é de crescimento entre 4% e 6,6%, em relação ao mesmo período de 2012.

Neste ano, o apetite dos sul-mato-grossenses pelas compras deve movimentar R$ 162 milhões na data em homenagem aos pais. Conforme levantamento do Instituto de Pesquisa da Fecomércio, desenvolvido em parceria com a Fundação Manoel de Barros e Universidade Anhanguera/Uniderp, o volume é 13,7% maior se comparado a 2012, quando a intenção de compras chegava a R$ 143 milhões.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions