A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/09/2009 08:01

Funcionários de usina na África são treinados em MS

Redação

O Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) de Mato Grosso do Sul iniciou na semana passada treinamento de 61 técnicos de Angola para atuar na usina de álcool e açúcar que o Grupo Odebrecht está implantando na África, na província de Malanje, a 400 quilômetros da capital Luanda.

Pertencente à Biocom (Companhia de Bioenergia de Angola), braço angolano do Grupo, a usina tem como meta produzir, a partir do próximo ano, 60 mil toneladas de açúcar e 50 mil metros cúbicos de álcool, além de atuar na co-geração de 140 MW (MegaWatts) de energia elétrica.

Os treinamentos serão feitos pelo Senai de Dourados na Agência de Formação Profissional de Deodápolis. De acordo com o supervisor técnico do Senai, Thiago Prates, o curso de Operador Industrial de Fabricação de Açúcar e Álcool e co-geração de Energia Elétrica teve início pelo conteúdo das NRs (Normas Regulamentadoras), do Ministério do Trabalho e Emprego, que está ministrado na Usina Eldorado, que também pertence ao Grupo Odebrecht.

O curso tem carga horária total de 624 horas-aulas. A previsão é que ao fim de quatro meses os angolanos estejam preparados para assumir as funções na usina e depois repassar o que aprenderam para outros colaboradores.

Com a presença do grupo de angolanos, a cidade de Deodápolis está movimentada e, segundo o prefeito Manoel Martins, a economia também ficou aquecida. "Deodápolis vive dias de euforia com os nossos visitantes. Eles são animados e já demonstraram simpatia com o nosso povo", declarou.

Novos horizontes

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions