A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

06/12/2011 15:05

Governo aposta no estímulo ao consumo e ao crédito para reaquecer economia

Daniel Lima, da Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o governo adotou as medidas corretas para equilibrar a economia doméstica diante da crise externa. Para ele, a situação está sob controle e o governo tem os instrumentos necessários para conduzir o crescimento de forma adequada. As considerações foram feitas em relação ao resultado do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre, divulgado hoje (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Apesar de os números mostrarem que, entre julho e setembro, a economia brasileira não avançou em relação ao segundo trimestre, o ministro não se mostrou preocupado. Para ele, o aprofundamento da crise internacional pode ter sido o fator "inesperado" que freou ainda mais o desempenho da economia brasileira. “Não acho que o governo pisou demais no freio. No final do ano passado e no início deste ano, muitos diziam que a economia estava aquecida e nós desaquecemos. Talvez, o inesperado tenha sido o agravamento da crise internacional”, disse.

Mantega informou ainda que, no momento, não há medidas sendo planejadas, além da já anunciada flexibilização do crédito, como forma de estimular o consumo. “Essa é a linha da política econômica. Mas não é flexibilizar na parte fiscal. O principal são as medidas de crédito. Baratear o crédito é a principal estratégia para que voltemos ao patamar mais desejado de crescimento”.

Mesmo admitindo que a taxa de crescimento da economia de 3,8% não será mais alcançada, Mantega não quis refazer a projeção para o PIB acumulado deste ano.

Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...
Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions