A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/12/2016 12:34

Grandes empresas geraram 48% dos empregos formais em MS em 2015

Elci Holsback
Fibria foi uma das grandes empresas que mais empregou em 2015. (Foto: Fernando Antunes)Fibria foi uma das grandes empresas que mais empregou em 2015. (Foto: Fernando Antunes)

As grandes empresas foram responsáveis por 310.740 empregos formais gerados no Estado no último ano, o equivalente a 48% das 645.620 vagas registradas em 2015, segundo pesquisa do mapa do emprego realizada pelo IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Fecomércio). Os setores de comércio de bens e serviços, são responsáveis por 53% do PIB (Produto Interno Bruto) estadual.

"A pesquisa apresenta o perfil do trabalhador pela caracterização de gênero, distribuição etária da população trabalhadora, tempo médio de permanência na empresa, grau de instrução e remuneração média, a partir de números analisados, principalmente, para o comércio e serviços de MS", detalha a economista do IPF-MS, Daniela Teixeira Dias.

As grandes empresas geraram 162.027 somente em Campo Grande. A capital foi seguida por Dourados, com 51.310 empregos e por Três Lagoas, onde 22.323 oportunidades foram geradas por empreendimentos de grande porte. 

Já as micro-empresas foram responsáveis por 23% dos empregos gerados, oferecendo 149.183 oportunidades; as pequenas empresas contrataram 141.305 pessoas, 22% do total gerado e as médias empresas registraram 44.392 pessoas, 7% do total de novos postos de trabalho.

Das vagas formais registradas, abrangendo todos os segmentos, Campo Grande lidera o ranking da geração de empregos no Estado, com306.876, equivalente a 48% do total de vagas; Dourados gerou 103.864 vagas e Três Lagoas registrou 45.504 novas contratações.

O grau de escolaridade dos empregados formais em Mato Grosso do Sul tem predomiância de 42% de funcionários com Ensino Médio Completo e 18% cursou Ensino Superior.

Comércio foi responsável por 20% das vagas geradas (Foto: Arquivo CG News)Comércio foi responsável por 20% das vagas geradas (Foto: Arquivo CG News)

Os homens ocuparam 58% das 645.620 vagas de emprego formais preenchidas em 2015 no Estado, correspondendo a 375.863 vagas do total oferecido. As mulheres ocuparam 270.057 vagas, de acordo com pesquisa do mapa do emprego realizada pelo IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Fecomércio).

O estudo aponta ainda, que a remuneração média dos empregados no período foi de R$ 1.702,22. O grau de escolaridade dos empregados formais tem predominância de 42% de funcionários com Ensino Médio Completo e 18% cursou Ensino Superior.

Com 306.876 vagas, Campo Grande lidera o ranking da geração de empregos no Estado, responsável por 48% do total de vagas; Dourados gerou 103.864 vagas e Três Lagoas registrou 45.504 novas contratações.

Setor terciário - Abrangendo os segmentos do comércio de bens e serviços, o setor foi responsável por 70% dos empregos gerados no período, com 451.077 vagas disponibilizadas. Diferente do panorama geral, onde os homens ocuparam o maior número de vagas, o setor terciário teve 50,5% dos empregos gerados ocupados por mulheres, com idade média de 38 anos e remuneração de R$ 1.607,22. Já no comércio, o salário foi mais alto e os trabalhadores receberam R$ 1.895,78 por mês em 2015.

Entre os empregados 44% possui Ensino Médio e 24% tem formação superior. A Capital ficou com 55% das vagas preenchidas do setor, com registro de 247.139 registros formais.

O comércio gerou 127.470 empregos formais, o equivalente a 20% do total gerado no Estado e 28% do setor terciário. Novamente os funcionários do sexo masculino ocuparam o maior número de vagas, com 58% do total gerado.

O estudo, de acordo com o presidente do IPF-MS, Edison Araújo, colabora para a organização das empresas e negociações entre contratantes e funcionários. "Nosso objetivo é informar e contribuir para o diálogo entre sindicatos patronais, laborais e governo, a partir de informações embasadas em dados reais", afirma Araújo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions