A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Novembro de 2018

02/12/2016 19:12

Encontro de governadores discute compras compartilhadas e geração de emprego

O evento reuniu os governadores que compõem o Fórum de Governadores do Brasil Central

Adriano Fernandes
O último encontro do ano aconteceu em Brasília, nesta sexta-feira. (Foto: Divulgação) O último encontro do ano aconteceu em Brasília, nesta sexta-feira. (Foto: Divulgação)

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, participou nesta sexta-feira (2), na Residência Oficial de Águas Claras, em Brasília, da última reunião do ano do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento. No encontro, que também reuniu os governadores Marconi Perillo (GO), Confúcio Moura (RO) e Marcelo Miranda (TO), dois dos principais temas discutidos foram a geração de empregos e a possibilidade de compras compartilhadas entre estes gestores que compõem o Fórum de Governadores do Brasil Central.

A iniciativa tem como objetivo melhorar a economia destes estados em especial na área da saúde. Os acordos estão sendo firmados por meio das Secretarias de Fazenda e o modelo de compras compartilhadas que poderá ser adotado, deve ser apresentado na próxima reunião, no dia 8 de dezembro.

O governador Reinaldo Azambuja comentou que um limite nos gastos públicos entre os estados, permite o equilíbrio necessário para o desenvolvimento de políticas públicas nestas regiões.

“O ministério da Fazenda deu a prerrogativa para cada governo discutir a melhor forma de fazer o ajuste nos estados. Poderá ser feito um teto de gastos com base no IPCA ou acompanhando a receita corrente líquida do ano anterior. A criação do fundo de estabilização fiscal, deverá ser calculado sobre os incentivos fiscais concedidos pelos estados em um percentual mínimo de 10%. Esse fundo seria para potencializar investimentos que podem alavancar o setor industrial e o desenvolvimento dentro dos 27 estados da Federação”, declarou.

Reinaldo informou que o termo de compromisso está sendo amplamente discutido entre os governadores, e ressaltou que o ponto principal é a questão previdenciária. “Existe um consenso e essa é uma prioridade do país. Já existe uma unanimidade de todo os entes federados em avançar nesse assunto. Precisamos é buscar um equilíbrio maior”, reforçou.

Durante o encontro também foram realizados painéis com os temas: Melhoria em Eficiência em Compras de Medicamentos e Insumos de Órtese e Prótese; Melhoria na Qualidade do Gasto Público; Efeito das Compras Públicas; e Desafios da Gestão Estadual.

Anfitrião do encontro, o governandor Rodrigo Rolemberg (DF) parabenizou o crescimento da região do Brasil Central que já equivale a 10,4% do PIB (Produto Interno Bruto Brasileiro), maior porcentual já registrado em relação ao resto do País.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também participou do almoço de encerramento do Fórum. Durante a reunião, o fórum também reelegeu Marconi Perillo como presidente do consórcio para 2017.

O primeiro encontro do ano que vem está previsto para ser realizado no estado de Goiás, durante o mês de março. Em abril é Tocantins o Estado que deve sediar o Fórum.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions