A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

04/03/2010 14:52

Greve suspenderá 3,5 mil abates de bois dia na Capital

Redação

A paralisação dos cerca de 3 mil funcionários dos frigoríficos deverá suspender o abate de 3,5 mil bovinos por dia de três indústrias em Campo Grande a partir desta sexta-feira. A greve é por reajuste salarial.

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Campo Grande e presidente da FTIAA/MS (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins do Estado), Vilson Gimenes Gregório, a expectativa é a paralisar três empresas: Bertin, Friboi JBS e Beef Nobre.

Em média, as três indústrias abatem 3,5 mil bovinos por dia. Somente o Bertin, que funciona na saída para Sidrolândia, mata 2 mil bois diariamente na Capital.

Além da paralisação, outras duas unidades anunciaram a suspensão das atividades a partir de amanhã, segundo Gregório. O Diplomata não abaterá 50 mil frangos nesta sexta-feira e o Boi Verde deixará de abater 200 bovinos por dia. Ele disse que a paralisação é decorrência da escala de abate.

Impasse - Os frigoríficos querem conceder reajuste salarial de 4,36%, o que significa a reposição da inflação calculada nos últimos 12 meses. No entanto, os trabalhadores querem piso de R$ 615 e ganho real de 11%.

"Os empresários, ao que tudo indica, estão pagando para ver. Vamos paralisar sim e provocar grandes prejuízos econômicos para eles. Aí sim, certamente, vão sentar conosco e negociar como profissionais que somos", afirmou Gimenes, que garantiu ter notificado as empresas com 72 horas de antecedência.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions