A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

29/05/2017 21:17

Incentivos fiscais podem resultar na criação de mais de mil empregos

Osvaldo Júnior
Codecon na primeira reunião deste ano, em fevereiro (Foto: Renata Volpe Haddad/Arquivo)Codecon na primeira reunião deste ano, em fevereiro (Foto: Renata Volpe Haddad/Arquivo)

A concessão de incentivos fiscais pelo município de Campo Grande pode contribuir para a melhoria do mercado de trabalho, caso as empresas beneficiadas efetivem as contratações previstas. Em três meses, foram aprovados 27 projetos, com projeção total de criação de 1.035 novos empregos.

Na edição desta segunda-feira (29) do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o Codecon (Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico) publicou a quarta relação de empreendimentos aprovados. Serão beneficiadas quatro empresas, que estimam investir a soma de R$ 6,141 milhões e criar 51 postos de trabalho.

Os projetos, relativos às deliberações feitas em reunião do dia 24 de abril, são de empresas dos segmentos diversos: de comércio de eletrodomésticos à locação de máquinas. Os benefícios incluem doações de terrenos, reduções tributárias e capacitação de trabalhadores. Todas terão dedução do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de 50% por cinco anos e redução para 2% da alíquota do ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza).

Uma das empresas beneficiadas, na relação publicada nesta segunda-feira, é a ABF Oxigênio, que estima investimento de R$ 1,05 milhão e criação de oito novos empregos. Além dos incentivos fiscais, a empresa, do segmento de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), transporte rodoviário de produtos perigosos e locação de máquinas e equipamentos, receberá, da prefeitura, área de 5 mil m² e contará com contratação e qualificação da mão de obra pela Funsat (Fundação Social do Trabalho).

A empresa Furgo Truck, do setor de autopeças e mecânica, que também está na relação de hoje, receberá área de 15 mil m², além dos benefícios tributários. Em contrapartida, conforme prevê em seu projeto, criará 12 novos empregos e investirá R$ 1,5 milhão no empreendimento.

Também está entre as beneficiadas a empresa Aquatro Indústria e Comércio de Pias e Tanques. Além dos incentivos fiscais, ela receberá área de 5 mil m². A empresa, do segmento de material plástico para a construção civil projeta, em contrapartida, criar dez postos de trabalho. O investimento previsto é de R$ 1,095 milhão.

O Codecon decidiu, ainda, revisar benefícios aprovados para a empresa Fonte Pura Comércio de Purificadores de Água. De redução de 30% do IPTU por três anos, o incentivo, agora, será de dedução de 50% do tributo por cinco anos. A empresa também pagará alíquota menor de ISSQN, de 2%. A empresa projeta investimento de R$ 2,496 milhões e geração de 15 novos empregos.

Total – Desde a primeira reunião do Codecon na atual gestão, realizada no dia 24 de fevereiro deste ano, já foram publicadas no Diogrande quatro listas de projetos aprovados pelos conselheiros.

Ao todo (considerando a relação de hoje), são 27 projetos de construção ou de expansão. Os empresários se comprometeram em criar mais de mil empregos – são 1.035 postos de trabalho que podem ser gerados na Capital depois da conclusão dos empreendimentos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions