A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

19/03/2012 11:08

Indústria de computadores de R$ 75 mi lança pedra fundamental sexta-feira

Marta Ferreira

Está marcado para sexta-feira o lançamento, em Campo Grande, da pedra fundamental, de uma fábrica de computadores do grupo educacional Uninter. O investimento previsto é de R$ 75 milhões.

A assessoria de imprensa do Governo do Estado divulgou que a fábrica será no Núcleo Industrial, na saída para Terenos. O grupo Uninter atua na área da educação, com universidades, e com a fábrica, está diversificando seus negócios.

A previsão é de que a fábrica gere 300 empregos diretos. A previsão é que sejam produzidas, no local, 350 mil unidades por ano. A informação, conforme o Governo do Estado, é do diretor executivo do grupo, Edimilson Picler.

De acordo com as perspectivas da empresa, atingida a meta de produzir equipamentos de informática como tablets, notebooks, netbooks e desktops, o próximo passo será a produção de telefones móveis.

O investimento faz parte de um pacote de 12 empreendimentos que tiveram incentivos fiscais autorizados pelo Município recentemente, com total de investimento que ultrapassam R$ 100 milhões.



Prescisa saber se de fato é uma industria com pesquisa e desenvolvimento ou uma simples linha de montagem. Por que senão vai ter muito engenheiro da computação craque em apertar parafuso.
 
Fernando Pinto em 19/03/2012 12:34:28
Fico feliz em saber que o Grupo Uninter está conquistando mais um espaço no mercado e beneficiando pessoas de outras regiões.
Parabéns ao presidente Professor Wilson Picler e o diretor executivo Edmilson Picler pela iniciativa.
 
Ubiratan A.de Aguero em 19/03/2012 12:30:17
Por que não incentivar além da industria de tecnologia, também a de serviços como tele-atendimento. Hoje não há necessidade destas empresas ficarem nos grandes centros. As centrais de atendimento poderão se beneficiar da estrutura do nosso Estado, com boa mão de obra e gerar muitos empregos.
 
Herminio José em 19/03/2012 12:16:39
Parabéns! iniciativas como esta devem ser incentivadas pelo Estado e municipio para atrair mais empreendedores.
Industria de tecnologia como esta, gera emprego de qualidade, tributos e movimenta o mercado. O produto final (informática e telefonia celular) é de fácil transporte, não necessita de grandes rodovias, ferrovias. basta apenas uma boa logistica aérea para fazer chegar ao consumidor.
 
Hermínio José em 19/03/2012 12:14:02
Será que finalmente vamos deixar de ser um Estado subdesenvolvido que só produz soja e gado? Vamos torcer para que tudo de certo e outras fábricas venham para cá, pois temos muitas universidades e nossos jovens precisam de emprego.
 
Gilberto Ozuna em 19/03/2012 11:48:07
Concordo com o Fernando Pinto sobre empresas não buscarem pesquisa, somente montagem.

Só que existe o paralelo, principalmente no nosso estado, que é muito Engenheiro de computação aí não saber muita coisa além de brincar com um Arduino.

Iniciativas que gerem emprego e desenvolvimento sempre serão bem vindas.
 
Eder Lima em 19/03/2012 05:21:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions