A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

21/07/2009 12:57

Juiz eleva em 112% valor de área desapropriada ao Bertin

Redação

O juiz da 2ª Vara de Fazenda Pública, Ricardo Galbiati, elevou em 112% a avaliação do imóvel de 40 hectares desapropriado pela prefeitura para a construção de uma unidade do Grupo Bertin.

Na sentença do mérito da ação de desapropriação, do dia 26 de junho deste ano, o magistrado determinou que o imóvel vale R$ 1,265 milhão, contra a avaliação inicial de R$ 594 mil feita pela Prefeitura da Capital.

Em junho do ano passado, o município ingressou com ação de desapropriação contra Sônia Lúcia Brandão Karmouche, José Roberto Jorge Karmouche, Sandre Macedo Moraes e Isidoro Moraes. Os proprietários questionaram e exigiram o pagamento de R$ 1,520 milhão pelos dois imóveis.

A perícia judicial determinou o valor de R$ 1,265 milhão. O imóvel A, que tem 10 hectares, custará R$ 311 mil aos cofres públicos, contra a avaliação inicial de R$ 146.259,50. Já pelo lote B, de 30 hectares e 7.352 metros quadrados, a Justiça determinou o pagamento de R$ 954.000, contra o valor inicial de R$ 448.734,10.

A prefeitura desapropriou a área para destiná-la ao Grupo Bertin, que prometeu investir na construção de uma unidade de transporte, que operará a manutenção, compra e venda de veículos leves e pesados. Serão gerados 460 empregos diretos e 2,3 mil indiretos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions