A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

21/12/2011 00:13

Medo de ficar com mercadoria encalhada reduz preços na véspera do Natal

Paulo Fernandes

A terceira e última pesquisa de produtos natalinos feita pelo Procon revela que os preços tiveram uma redução de 2,9% em média em relação ao mês de novembro. O resultado foi divulgado nesta terça-feira.

O recuo é explicado pela proximidade do Natal. Com receio de ter os produtos encalhados, os comerciantes costumam abaixar os preços nos dias que antecedem a comemoração.

“Esta diminuição nos valores já era de se esperar e só comprova que sempre vale a pena esperar um pouco para fazer as compras de produtos típicos deste período”, afirmou ao site governamental Noticias.MS o superintendente do Procon, Lamartine Ribeiro.

Foram pesquisados 254 itens, incluindo panetones, vinhos, perus, frutas secas, castanhas e nozes. Os pesquisadores visitaram nove supermercados.

Já em relação ao Natal de 2010, os preços aumentaram em 11,40%. “Este aumento é provocado pela alta no preço do dólar em 2011, considerando que vários dos produtos natalinos ou são importados ou usam ingredientes importados” explica Lamartine.

A pesquisa mostrou ainda que a diferença de preço de um mesmo produto entre um estabelecimento e outro pode chegar a 99%. Este é o caso da fruta cristalizada La Violetera 150g, que é vendida por R$ 2,00 e por R$ 3,98.

Dólar sobe 1% e fecha quinta-feira cotado acima dos R$ 3,70
O dólar fechou a quinta-feira (18) cotado acima dos R$ 3,70. A moeda subiu 1,16%, atingindo R$ 3,7250. O Índice Bovespa (Bolsa de Valores de São Paul...
Loja terá que pagar indenização por colocar nome de consumidor no SPC e Serasa
Os desembargadores da 5ª Câmara Cível negaram recurso da rede de varejo Casas Bahia contra sentença que a condenou ao pagamento de R$ 7 mil por danos...
Justiça condena empresa telefônica por bloquear linha de cliente
Os desembargadores da 3ª Câmara Cível negaram recurso da companhia telefônica Tim, condenada em primeiro grau a pagar R$ 8 mil a um morador de Três L...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions