A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

25/02/2014 12:43

MIneração em Corumbá é responsável por aumento na arrecadação fazendária

Luciana Brazil

O setor de mineração na região de Corumbá, a 419 quilômetros de Campo Grande, foi o maior responsável pelo aumento na arrecadação da Receita Federal em janeiro de 2014, conforme o órgão. Foram registrados R$ 130 milhões a mais no setor em comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com o delegado da Receita Federal, Flávio de Barros Cunha, os dados apontam que as operadoras de extração de minérios metálicos sofreram forte incremento financeiro no mês passado. “Foi um setor que teve um lucro muito significativo. Quanto mais eles faturam, mais impostos eles pagam”.

Na avaliação de Barros, o país está economicamente bem, pelo menos no setor de mineração, como certificam os dados. “Não houve majoração de tributos e a alíquota é a mesma, o que nos leva a compreender que esses números (arrecadação) são positivos”, disse o delegado .

No Estado, a arrecadação fazendária total, em janeiro, foi de R$ 516, 907 bilhões. A variação em relação a janeiro de 2013, quando a Receita arrecadou R$ 344, 835 bilhões, foi de mais de R$ 172 bilhões.

O IRPJ (Imposto de Renda de Pessoas Jurídica) foi o tributo com a maior influência na arrecadação.

Já o maior recolhimento previdenciário veio com a administração pública, com a seguridade social. Em 2013, foram R$ 24,970 e neste ano foram arrecadados R$ 35,467 bilhões.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions