ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 23º

Economia

MS tem 84,58% de energia de fontes renováveis

Conforme a Semadesc, no Estado são 78.759 usinas em ligação

Izabela Cavalcanti | 16/07/2023 14:13
Painéis de energia solar, na Cidade Solar em Jaraguari (Foto: Divulgação/Agência de Notícias de MS)
Painéis de energia solar, na Cidade Solar em Jaraguari (Foto: Divulgação/Agência de Notícias de MS)

Mato Grosso do Sul tem 84,58% de energia renovável do total de 78.759 usinas em ligação. Os outros 15,42% é não renovável. Os dados fazem parte da Carta de Conjuntura de Energia produzida pela Semadesc (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação do Mato Grosso do Sul), que apresenta uma análise dos dados da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Somente em junho, o Estado registrou 3.739,67 MWh de potência instalada em operação total, entre geração centralizada e distribuída. Com isso, em relação ao ranking nacional, Mato Grosso do Sul está na 18ª posição, considerando esta potência em operação.

Já em relação ao número de empreendimentos, o estado está posicionado na 10ª colocação, adicionando 1.197 novas ligações no mês passado.

“A utilização eficiente de biomassa e energia solar, tanto em geração centralizada quanto distribuída, demonstra um forte compromisso do Governo Riedel com a sustentabilidade e inovação”, salientou o secretário da Semadesc, Jaime Verruck

A Biomassa corresponde pela maior parte da potência em operação, com 51,85%. Em seguida está a energia solar (22,89%); Fóssil (15,42%) e Hídrica (9,84%).

Tipos - A Geração Centralizada responde por 77,33% da potência instalada no Estado e por 3,75% em relação aos empreendimentos. A Geração Distribuída detinha 22,67% e 96,25% de participação na potência e empreendimentos, respectivamente.

No Estado, dos 847,71 MWh de potência instalada na Geração Distribuída, 44,69% está na classe ‘Residencial’, representando o maior grupo também em relação aos empreendimentos (77,96%) e em unidades consumidoras (69,28%).

A Geração Centralizada refere-se à produção de energia em larga escala, normalmente por grandes usinas (hidrelétricas, termelétricas, eólicas, por exemplo), que é transmitida ao longo da rede elétrica até os consumidores finais.

Em junho, a Aneel possuía em seus registros 7.177,75 MWh de potência outorgada para o Mato Grosso do Sul, sendo que 40,29% está em operação.

A energia Solar tem 49,63% da potência outorgada e 3.562,28 MWh de potência. Em empreendimentos são 2.941 usinas. A energia Biomassa  aparece em segundo lugar com 2.639,87 MWh (36,78%).

Municípios - Conforme dados da Aneel, Campo Grande, Dourados e Ponta Porã são os principais municípios em termos de potência nominal instaladas. Juntos, representam 37,74% do total de Mato Grosso do Sul.

Entre todos os municípios, 45 não tem registro de empreendimentos outorgados.

No quesito potência, Cassilândia desponta em 1º lugar, com cerca de 1.305 MWh, distribuídos por 30 empreendimentos. Em segundo lugar está Paranaíba, com potência de 1.234,21 MWh outorgada e 31 empreendimentos. A terceira posição fica por conta de Três Lagoas, com 1.100,60 MW e seis usinas.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias