A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/03/2012 10:58

País estoura cota de empréstimos do Bird e MS tenta no BNDES R$ 650 mi

Aline dos Santos e Wendell Reis

O dinheiro será investido em obras de infraestrutura, para tornar o Estado mais competitivo

Com a cota de empréstimo do Brasil com o Bird (Banco Mundial de Reconstrução e Desenvolvimento) já no limite, Mato Grosso do Sul recorreu ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para obter R$ 650 milhões.

O dinheiro será investido em obras de infraestrutura, para tornar o Estado mais competitivo. Em dezembro do ano passado, o governo estadual tinha anunciado que buscaria o montante junto ao Bird. Hoje, o governador André Puccinelli (PMDB) explicou a mudança de planos.

“O Brasil tem uma cota, independente de Estado. Para não extrapolar a cota, o Arno Augustin [secretário do Tesouro Nacional] sugeriu o BNDES, para o país não precisar pedir ampliação da capacidade de empréstimo”, afirmou o governador.

Na última quinta-feira, durante reunião no Rio de Janeiro, Puccinelli foi informado que o banco vai colocar dois diretores para auxiliar o Estado na elaboração do projeto. A proposta será formatada a partir de uma “força-tarefa”, que inclui as secretarias estaduais de Obras, Fazenda, Meio Ambiente e Assistência Social.

Como o banco empresta até 70% do valor, o governador explica que foi orientado a solicitar entre R$ 900 milhões e R$ 1 bilhão. Desta forma, na conta final, Mato Grosso do Sul garantiria os R$ 650 milhões. Conforme o governador, o Estado necessitaria de R$ 1,5 bilhão.

O dinheiro será utilizado para que os produtos estaduais sejam mais competitivos. “Você pode incorporar isso à produção e trazer retorno financeiro”, analisa Puccinelli. Um dos planos é investir em 550 quilômetros de rodovias.

“Vamos construir uma estrada perto de Inocência, Aparecida do Taboado, onde uma empresa chilena que investir R$ 4 bilhões”, afirma. Neste caso, a vinda da Arauco, que quer construir uma empresa de papel e celulose, depende de mudança na lei, que limita a quantidade de área a ser adquirida por empresa de capital estrangeiro.

Nesta segunda-feira, em Campo Grande, o governador entregou oito automóveis que serão utilizados pelos Centros de Atendimento à Mulher.

Puccinelli vai ao Rio de Janeiro para solicitar empréstimo de R$ 650 milhões
O governador André Puccinelli (PMDB) viaja amanhã (1º) para o Rio de Janeiro. Puccinelli revelou na manhã desta quarta-feira (29), durante evento na ...
Dólar fecha perto de R$ 3,33, maior valor em cinco meses
Num dia de tensões no mercado de câmbio, a moeda norte-americana fechou no maior valor em quase seis meses. O dólar comercial encerrou esta terça-fei...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions