A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

15/01/2010 13:11

Petrobras investe R$ 400 mi na ampliação de termelétrica

Redação

Mais um novo investimento foi anunciado para o município de Três Lagoas, a 339 quilômetros de Campo Grande. A Petrobras vai investir R$ 400 milhões na ampliação da capacidade de produção de energia pela Usina Termelétrica Luís Carlos Prestes. Com previsão de durar dois anos, as obras deverão gerar 800 empregos diretos.

Na manhã de hoje, o gerente de implementação de empreendimentos, Joel Trindade Mariz Júnior, o gerente de construção e montagem, Sérgio Silva de Magalhães, e o gerente da usina, Ricardo Feiten, apresentaram o cronograma das obras para a prefeita Simone Tebet (PMDB).

A previsão é ampliar em 51% a produção de energia, de 250 para 378 megawatts. "O fechamento do ciclo representará um sensível ganho em termos de eficiência energética na geração da usina, trazendo em sua fase de implementação a necessidade de utilização de mão de obra local, dinamizando ainda mais a economia da cidade de Três Lagoas", afirmou o gerente da UTE Luis Carlos Prestes, Ricardo Feiten.

Já Simone Tebet destacou a minimização de impactos ambientais dessa nova fase. "A construção será dentro da área de manuseio já existente, não gerando impactos ambientais decorrente de movimentação de terra, tornando a termelétrica mais eficaz e eficiente", ressaltou.

Para a construção, 20 empresas foram contratadas através de licitação e já instalaram os equipamentos principais da construção civil, como o tubo gerador a vapor, caldeira recuperadora de calor, torre de resfriamento, estação de tratamento de água e subestação 138 KV.

"Só temos a agradecer a Petrobras por acreditar no potencial de nossa cidade. Esse será o segundo investimento da estatal e já temos programado o terceiro que é o da fábrica de fertilizantes. Agora vamos colher bons frutos, pois essa etapa da Usina de Gás Natural vai movimentar a economia local", disse Simone.

Na construção civil e reurbanização, 80% das vagas da usina estão garantidas para os trabalhadores da cidade. Já na parte de eletromecânica, como ainda não existe mão de obra qualificada suficiente, apenas 20% dos cargos serão ocupados pelos três-lagoenses.

O mesmo acontece com as demais contratações especializadas, que destina 15% das vagas para os trabalhadores locais.

O Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador (Ciat) totaliza cerca de 4 mil pessoas cadastradas, residentes no município e aptas a trabalharem na construção civil.

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions