A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Junho de 2018

18/12/2014 18:24

Poder público paga 13º sexta e 88 mil servidores recebem R$ 400 milhões

Liana Feitosa

Mais de 88 mil servidores públicos de Mato Grosso do Sul e de Campo Grande recebem amanhã (19) o 13º salário. Ao todo, o montante é de aproximadamente R$ 400 milhões que, antes do Natal, será injetado na economia do Estado.

Em Campo Grande, o benefício disponibilizado será em torno de R$ 100 milhões e beneficia 22.498 funcionários, entre concursados, convocados, comissionados e estagiários.

No mês de setembro, o prefeito Gilmar Olarte (PP) chegou a admitir que confiava num recurso que ainda não havia entrado no caixa para pagar o abono natalino do funcionalismo. A última vez em que houve atraso nos vencimentos pagos pela Prefeitura de Campo Grande foi em 1996. No entanto, em seguida, reafirmou o compromisso da prefeitura com a pontualidade dos vencimentos. 

Estado - O abono destinado aos servidores estaduais, que também disponibilizado nesta sexta-feira, beneficia cerca de 66 mil funcionários.

Como o fornecimento do montante, cerca de aproximadamente R$ 280 milhões serão injetados na economia, favorecendo quem planeja fazer compras para o fim de ano e empresários.

Comércio - Segundo o prefeito da Capital, a data do pagamento é estratégica, pois garante aos servidores um dinheiro a mais no bolso no final de ano. "O esforço de realizar os pagamentos em dia é, primeiramente, uma obrigação. Mas estamos às vésperas de um período de festas e confraternização. Não é bom pra ninguém querer ter um momento de alegria e estar impedido por conta de dificuldades financeiras", afirmou ainda no mês passado.

"O servidor poderá sair às compras já no sábado e escolher os presentes com tranquilidade e fazer todo o preparativo para a festa natalina", completou na ocasião.

Incentivo - O pagamento nessa época do ano agrada representantes do comércio, segundo a prefeitura da Capital.
Em novembro, dirigentes da CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas), da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), da AMAS (Associação Sul-mato-grossense de Supermercados) e da Fecomércio/MS (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul), participaram de reunião em que Olarte garantiu o pagamento no dia 19 de dezembro.

Vantagens - Para os representantes das entidades, oferecer o benefício uma semana antes do natal garante incremento no movimento das lojas e fomenta a circulação dos consumidores nas ruas, principalmente do centro da cidade.

"Com todos os problemas que vimos acontecer na Capital, está é uma boa ação garantida e anunciada com antecedência que acalma e proporciona alento e novos planos a todos os comerciantes", avaliou, na ocasião, o presidente da ACICG, João Carlos Polidoro da Silva.

"Uma ótima noticia, não somente aos servidores - que veem seus direitos garantidos, mas também ao nosso setor e toda a sociedade campo-grandense, que verão a economia e seu trabalho girar, dar frutos e que também garantirá seu Natal", finalizou.

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia
A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e...
Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017
Com meta de déficit primário de R$ 159 bilhões neste ano e com um teto de gastos pelas próximas duas décadas, o governo teria melhores condições de s...
Prazo para atualizar versão da Nota Fiscal Eletrônica termina no próximo dia 2
O prazo para atualizar a versão da Nota Fiscal Eletrônica termina no dia 2 de julho. A migração da versão do arquivo XML deve ser feita rapidamente p...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions