A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

09/06/2009 14:54

Preço da carne pode cair se produto for vendido à vista

Redação

O preço da carne ao consumidor final pode cair em Mato Grosso do Sul se os pecuaristas conseguirem vender a arroba à vista aos frigoríficos do Estado.

Campanha para conscientizar os produtores a vender o rebanho bovino somente à vista está sendo lançada pela Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), com o apoio de outras entidades, como Acrissul (Associação dos Criadores) e Sindicato Rural.

"A carne para o consumir final deve cair, estamos falando de deságio. Se o pecuarista consegue vender à vista, vende a arroba mais barata ao frigorífico e se isso for repassado, teremos carne mais barata", avaliou o presidente da Famasul, Ademar da Silva Júnior.

O presidente da Acrissul, Chico Maia, observou que o produtor rural perde cinco anos de trabalho quando mata o boi gordo, vende ao frigorífico a prazo, sem garantias, e não recebe o pagamento pelo produto.

"Quando um produtor mata um boi gordo, e não recebe, sofre um prejuízo de cinco anos de atividade. Aliás, a quebra de um dos maiores frigoríficos do Estado, serve de alerta para a situação de crise no setor", afirmou.

Na prática, desde o fim de outubro do ano passado, quando os reflexos da crise mundial começaram a abalar os setores econômicos nacionais, os pecuaristas foram envolvidos pelos problemas de recessão. O gado fornecido pelo produtor à indústria para abate não foi pago e uma série de pedidos de recuperação judicial de grupos frigoríficos começou a se espalhar pelo País.

Funcionários foram demitidos com a paralisação das atividades frigoríficas e credores não foram pagos. Para se ter uma idéia, só nos estados da região Centro-Oeste são mais de 40 indústrias paradas, com atividades encerradas ou em recuperação judicial.

Os pecuaristas do Estado reclamam que estão vendendo o gado a prazo, pagando juros altos e ainda por cima servindo de avalistas.

"Quem tem que financiar o frigorífico é o banco e não os pecuaristas. Queremos que os frigoríficos entendam que este tipo de relação comercial não pode continuar como sempre foi, até porque, em um outro momento, isso pode afetar o consumidor, então precisa haver esse respeito com o pecuarista", declarou Chico Maia, presidente da Acrissul.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Campo Grande e presidente da Comissão de Pecuária de Corte da Famasul, José Lemos Monteiro, de setembro/outubro de 2008 até o Carnaval de 2009, mais de 91 mil animais foram comercializados, e não foram pagos aos produtores. Um prejuízo estimado em mais de R$ 91 milhões.

Segundo Ademar da Silva Júnior, presidente da Famasul, a idéia é quebrar o paradigma de que o produtor rural é que precisa financiar o mercado.

"Todo pecuarista deve boicotar essas empresas que estão em recuperação judicial e não pagam os produtores, que eles vendam para quem está capitalizado e hora seus compromissos", disparou o presidente da entidade.

De acordo com ele, a decisão do lançamento da campanha foi tomada após reunião em Goiânia, no último dia 25 de maio. Os produtores começaram a restringir a oferta de animais e a indústria sentiu os reflexos do movimento em suas escalas de abate.

A campanha "Pecuarista, venda seu rebanho só à vista" é feita em parceria com a Faeg (Goiás) e Famato (Mato Grosso).

Outra proposta, defendida pelas três federações é a criação de um fundo garantidor da pecuária de corte.A viabilidade da proposta ainda vem sendo estudada, mas consiste na criação de um fundo que permita o pagamento de credores em casos de problemas com as indústrias, como vem ocorrendo atualmente.

Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions