A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

08/11/2011 18:32

Preço da cesta básica varia 27,7% em Dourados, mostra pesquisa do Procon

Edmir Conceição*

O Procon de Dourados divulgou na manhã desta terça-feira a pesquisa de preços da cesta básica, realizada na sexta-feira e ontem em 15 supermercados da cidade. Foram pesquisados 27 itens, sendo considerados para o levantamento produtos pré-definidos.

Conforme o Procon, o levantamento mostra que persiste a grande variação de preços entre um estabelecimento e outro.

Dois produtos pesquisados apresentaram diferença superior a 200%. É o caso da batata (297,96% entre o menor e o maior preço) e o leite em pó, com 208,49%.

Na pesquisa anterior, o produto com maior variação tinha sido o papel higiênico, com 278,79%. Nesta pesquisa, o produto apresentou diferença de 117,17%.

O item que apresentou menor variação na pesquisa do Procon foi óleo de soja, com 13,33%, diferença bem próxima da última pesquisa, que foi de 12,05%. O menor preço do óleo de soja nesta pesquisa foi de R$ 2,55 e o maior de R$ 2,89.

A diferença de preço da cesta básica entre o estabelecimento com preço mais barato (R$ 73,17) e com preço mais caro (R$ 93,44) foi de 27,70%, variação um pouco maior que a encontrada na pesquisa anterior, que foi de 20,23%.

O valor médio da cesta básica apresentou queda de 1,7% em relação á pesquisa de setembro.

O Procon orienta o consumidor a ficar atento às especificações contidas na embalagem, como prazo de validade, composição e peso líquido do produto.

(*) Com informações da Assecom

Dólar fecha em queda, cotado a R$ 3,71, de olho no cenário eleitoral
O dólar fechou a sexta-feira (19) em queda com o mercado ainda acompanhando o cenário eleitoral. A moeda caiu 0,26%, vendida a R$ 3,7125. Na semana, ...
Preço da gasolina cai 2% nas refinarias a partir de amanhã
A Petrobras anunciou hoje (19), em sua página na internet, que o preço do litro da gasolina ficará 2% mais barato em média nas refinarias de todo o p...
Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 10,88% em 12 meses
O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, subiu 0,97% na segunda prévia de outubro. A taxa é inferior ao 1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions