ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUARTA  28    CAMPO GRANDE 27º

Economia

Prefeitura não consegue ocupar todos os quiosques da Cidade do Natal

Zana Zaidan | 11/12/2013 17:41
Comerciantes vão "correr contra o tempo" e têm 24h para deixar quiosques prontos para amanhã (Foto: Arquivo)
Comerciantes vão "correr contra o tempo" e têm 24h para deixar quiosques prontos para amanhã (Foto: Arquivo)

Dos 22 quiosques de alimentação da Cidade do Natal, em Campo Grande, 31% ficarão vagos nos dias de funcionamento da atração nos Altos da Avenida Afonso Pena. Isso porque a administração municipal não conseguiu atrair interessados suficientes. O resultado foi divulgado hoje (11). Só 15 comerciantes manifestaram interesse e vão explorar economicamente os chalés.

Os selecionados terão que pagar R$ 6 mil de aluguel para comercializar alimentos por 24 dias, além de arcar com a montagem e manutenção do espaço. Toda a estrutura deverá ser montada em um dia, já que amanhã a Cidade será aberta ao público.

Uma das soluções para preencher o "vazio" foi ceder três quiosques para secretarias municipais, explica o diretor da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), Américo Yule. Além da própria fundação, serão a SAS (Assistência Social) e Sesau (Saúde). Ao contrário dos demais, as secretarias vão vender artesanato. Yule não soube informar a destinação do dinheiro arrecadado.

Sobre os quatro restantes, o diretor afirma que ainda não há destinação definida. Conforme o edital divulgado pela Fundac, a exploração dos quiosques será de amanhã até 5 de janeiro. A sublocação dos espaços é proibida, sob pena de multa de R$ 1,5 mil.

Nos siga no Google Notícias