A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

30/09/2014 19:48

Prefeitura recorre a desconto no IPTU e empréstimo para regularizar finanças

Priscilla Peres
Secretário de Finanças, André Scaff apresentou novidades para regularizar finanças. (Fotos: Marcelo Victor)Secretário de Finanças, André Scaff apresentou novidades para regularizar finanças. (Fotos: Marcelo Victor)

A Prefeitura de Campo Grande confirmou hoje que pretende antecipar o pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), com descontos que pode chegar a 35%, para o contribuinte que estiver rigorosamente em dia com o tributo por quatro anos seguidos, ou seja, em 2014, 2013, 2012 e 2011. Além disso, o município não descarta o reajuste do IPTU acima da inflação e para isso estudos já estão sendo realizados.

Durante audiência pública hoje na Câmara de Vereadores, o secretário André Scaff, titular da Seplanfic (Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Controle), afirmou que não haverá reajustes abusivos no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), mas que uma equipe está estudando o aumento e que na semana que vem irá apresentar uma prévia dos resultados.

A informação de que o IPTU será antecipado foi divulgada pelo Campo Grande News na semana passada, e é uma estratégia da prefeitura para aumentar a arrecadação. De acordo com o secretário, o projeto está em estudo e será encaminhado para a Câmara Municipal para aprovação e prevê descontos de 25% para quem pagar o imposto até o dia 5 de janeiro. Se esse contribuinte somar 4 anos de imposto em dia, ganha mais um bônus de 10%, conforme lei em vigor desde 

Os carnês vão começar a ser entregues em 1° de dezembro e o desconto vai diminuir com o tempo. Normalmente os boletos do IPTU vencem em fevereiro. Além disso, o contribuinte que escolher o parcelamento, e paga em dia, é beneficiado com mais 10% de desconto. A receita é estimada em R$ 120 milhões, pouco mais que o valor de uma folha de pagamento.

Secretário adjunto de Finanças, Ivan Jorge, disse que a prefeitura fará um empréstimo para garantir obras.Secretário adjunto de Finanças, Ivan Jorge, disse que a prefeitura fará um empréstimo para garantir obras.

PPI - O PPI (Programa de Pagamento Incentivado) em vigor desde agosto é outra maneira de aumentar a arrecadação da prefeitura. Na primeira etapa, com o pagamento de débitos do ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza) foram arrecadados R$ 15 milhões.

Nesta segunda etapa que regulariza dívidas em atraso com o IPTU a prefeitura já arrecadou R$ 17 milhões e tem outros R$ 15 milhões em guia para receber nos próximos meses, devido ao pagamento parcelado. De acordo com Scaff, até o fim do ano a prefeitura espera recolher R$ 60 milhões com o pagamento de dívidas por meio do PPI.

Durante Audiência Pública realizada hoje, o secretário adjunto de Finanças, Ivan Jorge, afirmou que a prefeitura irá contrair um empréstimo de R$ 43 milhões junto a Caixa Econômica Federal ainda este ano. O montante será usado como contrapartida do executivo em obras públicas.

Governo suspende benefícios fiscais de quatro empresas em MS
O Governo de Mato Grosso do Sul suspendeu incentivos fiscais de quatro empresas, conforme divulgado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, d...
Estado concede e prorroga benefícios fiscais a 12 empresas em MS
O Governo de Mato Grosso do Sul relacionou 12 empresas que vão receber e as que terão a continuidade de benefícios fiscais do Estado. A decisão está ...



Se a SEMADUR agilizar os processos de habite-se que se arrastam há quase um ano, a prefeitura poderá arrecadar mais, pois proprietários esperam a liberação dos mesmos para vendê-los.
 
Gilms em 30/09/2014 21:28:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions