A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

13/12/2011 19:13

Procon divulga a segunda pesquisa de produtos natalinos em Dourados

Edmir Conceição

O Procon de Dourados divulgou nesta terça-feira a segunda pesquisa de preços dos produtos da ceia de Natal, realizada na segunda-feira em sete estabelecimentos comerciais da cidade. Foi pesquisado o preço do panetone, carnes (aves, suína, bovina e peixe), frutas, enlatados e bebidas.

Comparando com a pesquisa realizada no dia 5 deste mês, o Procon constatou uma ligeira queda de 0,14% em média.

As maiores diferenças entre o maior e menor preço permanecem nos mesmos itens da pesquisa anterior. A meixa seca com caroço varia 201%, a sidra tradicional de maçã tem variação de 194% e o panetone da casa varia 194%, menos que na pesquisa anterior, quando a variação entre o produto mais caro e o mais barato encontrado na cidade era de 234%.

O Procon orienta o consumidor a efetuar uma cuidadosa pesquisa de preços, avaliando sempre a qualidade do produto e ficar atento às informações contidas nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação.

“Deve ser sempre considerado ainda o custo-benefício do deslocamento no caso de estabelecimentos que apresentam produtos mais baratos em comparação aos localizados nas proximidades de onde o consumidor mora. Por fim, o consumidor deve sempre exigir a nota fiscal no ato da compra”, afirma o diretor do Procon Rozemar Mattos.

Outras informações e reclamações podem ser feitas através dos telefones 151 e 3411 7754.

A pesquisa completa pode ser acessada através do link abaixo:

Dólar fecha em queda, cotado a R$ 3,71, de olho no cenário eleitoral
O dólar fechou a sexta-feira (19) em queda com o mercado ainda acompanhando o cenário eleitoral. A moeda caiu 0,26%, vendida a R$ 3,7125. Na semana, ...
Preço da gasolina cai 2% nas refinarias a partir de amanhã
A Petrobras anunciou hoje (19), em sua página na internet, que o preço do litro da gasolina ficará 2% mais barato em média nas refinarias de todo o p...
Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 10,88% em 12 meses
O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, subiu 0,97% na segunda prévia de outubro. A taxa é inferior ao 1...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions