A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/04/2011 11:14

Relator recomenda reajuste médio de 17,49% para a tarifa da Enersul

Marta Ferreira

O relator do processo de reajuste da tarifa da Enersul na Aneel, Romeu Rufino Donizete, recomentou um aumento médio de 17,49%. A decisão sai esta manhã e está sendo analisada em uma reunião técnica.

Ele explicou que o reajuste aplicado será de 12,33%, mas retirando componentes financeiros, a perceção para o consumidor será menor.

O reajuste recomendado é de 14,86% para os consumidores de alta tensão e de 18,57% para os de baixa tensão.

O percentual é apenas pouco menos do que a empresa solicitou, que era de 17,56%

O reajuste, se aprovado pelos outros conselheiros, é o maior entre as 10 empresas de energia que terão reajustes aprovados este mês.

Justificativa- Ao fazer sua explanação, Romeu destacou que o consumidor vai sentir um impacto maior do reajuste porque acabou a devolução do que foi cobrado a mais pela empresa durante 5 anos, e que começou a ser devolvido em 2008.

A devolução ocorreu após a Aneel descobrir um erro cometido pelas empresas nas planilhas que levaram ao reajuste de 2003.

O conselheiro citou ainda que, entre 2007 e 2011, as tarifas da Enersul aumentaram menos do que a inflação acumulada. Segundo ele, o acréscimo foi de 16%, contra índices inflacionários

Em uma espécie de resposta ao apelo de parlamentares do Estado que se manifestaram na reunião pedindo a aprovação de um reajuste menor, Romeu disse que não é uma escolha da agência fazer o processo de revisão tarifário, mas que é, sim, o cumprimento do que prevê a lei e os contratos de concessão.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions