A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

27/12/2012 17:39

Salário mínimo de R$ 678 causará impacto de R$ 1,88 bilhão nos municípios

Stênio Ribeiro, da Agência Brasil

O aumento de R$ 56 no salário mínimo, a partir de 1º de janeiro, vai provocar impacto de R$ 1,88 bilhão nas contas das prefeituras no ano que vem. O cálculo é da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho e Emprego.

O salário mínimo atual, de R$ 622, passará para R$ 678, como determina o Decreto 7.872 publicado ontem (26) no Diário Oficial da União. O aumento leva em consideração a inflação de 2012 mais o crescimento da atividade econômica do ano anterior, como forma de recuperar o poder de compra do salário mínimo.

Essa política, de acordo com o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, tem sido “bastante salutar para a população”, mas ele adverte que um acréscimo de 9% no salário mínimo “pode causar problemas de caixa às prefeituras, porque pressiona fortemente as folhas de pagamento dos municípios que têm baixa arrecadação



E o aumento de salário dos vereadores não causou nenhum impacto de bilhões também? Onde essa mundo vai parar???
 
Aline Monteiro em 27/12/2012 20:35:55
Salário mínimo de R$ 678,00 causará impacto de R$ 1,88 bilhão nos municípios, mais ninguém comenta o "rombo" que o aumento de 62% dos nobres e "vereadores" de CG-MS, que custará ao município, isso porque os dizem que trabalham.
 
Ed Borges Dourado em 27/12/2012 19:49:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions