A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Janeiro de 2019

13/11/2018 13:01

Sem reajuste e com isenções, taxa de lixo de 2019 é aprovada

Idosos, pensionistas, templos, igrejas e entidades sociais não pagarão a taxa em 2019

Liniker Ribeiro e Danielle Valentim
Equipe trabalhando na coleta de lixo em Campo Grande (Foto: Simão Nogueira/Arquivo)Equipe trabalhando na coleta de lixo em Campo Grande (Foto: Simão Nogueira/Arquivo)

Aposentados, pensionista, ONGs e instituições religiosas terão isenção da taxa de lixo em 2019. A mudança foi aprovada por vereadores da Capital, na manhã desta terça-feira (13). O projeto de lei que prevê readequações na cobrança do tributo foi entregue na última quinta-feira (8) e foi votado em caráter de urgência.

Com isso, todos os contribuintes que por lei são isentos do pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial e Urbano) também deixam de pagar pela taxa de lixo. O valor do tributo para o restante dos contribuintes será o mesmo do aplicado este ano. Ou seja, não haverá reajuste.

“Há exatamente um ano havia um burburinho da taxa do lixo, mas depois de pedirmos desculpas e devolvermos o dinheiro pago a mais pela população, readequamos com as isenções e descontos”, afirmou o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad.

Em contrapartida, o IPTU vai ter 4,2% de acréscimo. Os dois impostos devem vir no mesmo boleto.

Em 2019, a projeção da Prefeitura de Campo Grande é arrecadar R$ 1,6 bilhão somando os impostos próprios e repasses de arrecadação dos governos estadual e federal. Só o IPTU (Imposto Predial e Territorial e Urbano) deve gerar receita de R$ 434 milhões.

O valor projetado do imposto para o ano que vem representa 11,65%, maior percentual de crescimento entre os tributos municipais e transferências.

Após reclamações, Energisa atribui aumento na conta a calorão e férias escolares
Diante de reclamações de clientes sobre aumento na conta de energia, a Energisa esclarece que as altas temperaturas registradas em Mato Grosso do Sul...
Dólar sobe pelo 4º dia seguido e fecha cotado a R$ 3,75
O dólar comercial fechou a sexta-feira (18) em alta de 0,22%, cotado a R$ 3,756 para venda. Este é o 4º avanço consecutivo e o maior valor de fechame...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions