ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  05    CAMPO GRANDE 29º

Economia

Servidor vai poder pedir suspensão do pagamento de consignados pela internet

O Estado tem aproximadamente 93 mil contratos de consignados

Por Adriano Fernandes | 05/05/2020 21:36
Clientes sacando dinheiro em caíxa eletrônico de banco da Capital. (Foto: Paulo Francis)
Clientes sacando dinheiro em caíxa eletrônico de banco da Capital. (Foto: Paulo Francis)

Servidores que quiserem pedir a suspensão de seus consignados poderão fazer o requerimento pela internet. A suspensão do pagamento dos empréstimos consignados, por um período de 90 dias, aos servidores estaduais e pensionistas foi sancionada nesta segunda-feira (05) pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

“A SAD vai disponibilizar um requerimento para os servidores que devem enviar via plataforma digital e com prazo até dia 14 do mês para pedir a suspensão, uma vez que é preciso fechar a folha de pagamento”, explicou o deputado Carlos Alberto David (sem partido) autor do projeto que virou lei.

O Estado tem aproximadamente 93 mil contratos e a lei propõe que seja facultado aos servidores públicos solicitar a suspensão, das cobranças de empréstimos com desconto em folha, em caráter excepcional.

Durante a tramitação, o projeto recebeu emendas. Segundo o projeto, o servidor público interessado na suspensão do consignado deverá formalizar requerimento escrito ao setor competente e expressamente se responsabilizar por eventuais encargos financeiros incidentes sobre a operação decorrente da aplicação da lei.

O texto prevê que caberá à Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), no que se refere aos servidores estaduais, e ao setor de Recursos Humanos, nas prefeituras, orientar e desenvolver meios de acompanhamento dos servidores com relação aos procedimentos a serem adotados. Além disso, os órgãos também devem intermediar o diálogo com as instituições financeiras.