A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/03/2015 09:52

Setor de serviços tem alta de 2,3% em MS, número acima da média nacional

Caroline Maldonado
Serviços de transporte terrestre registraram alta de 4,7% na receita, em todo o país (Foto: Arquivo/Marcelo Victor)Serviços de transporte terrestre registraram alta de 4,7% na receita, em todo o país (Foto: Arquivo/Marcelo Victor)

Em janeiro, a receita do setor de serviços em Mato Grosso do Sul cresceu 2,3 %, em relação ao mesmo mês do ano passado. O percentual é superior ao que aponta o crescimento nacional para o mês, de 1,6 %. A alta da receita do segmento no Estado é a 12ª em relação aos demais do país, de acordo com levantamento divulgado, hoje (17), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O índice da receita passou de 128,4, em janeiro de 2014 para 131,4, no mesmo período desse ano, no Estado. É a comparação entre os mesmos meses do ano que aponta o desenvolvimento real do segmento, pois os períodos têm características específicas. O crescimento da receita no acumulado de doze meses é de 4,9%, segundo a PMS (Pesquisa Mensal de Serviços).

Apresentaram queda na receita os Estados do Acre (-1,6%), Amazonas (-4,1%), Amapá (-4,7%), Maranhão (-0,8%), Piauí (-3,2%), Paraíba (-0,3%), Alagoas (-7,4%), Sergipe (-3,1%). O maior crescimento em relação aos rendimentos dos prestadores de serviço foi no Rio Grande do Nortes (9,2%).

País – Em todo o Brasil, o crescimento da receita representa a menor variação da série histórica, iniciada em janeiro de 2012, inferior às taxas registradas em dezembro (4,0%) e novembro (3,7%), segundo o IBGE. Os Serviços prestados às famílias registraram crescimento de 8,6%, os Serviços de informação e comunicação, queda de 2,5%, os Serviços profissionais, administrativos e complementares, alta de 5,3%.

Os rendimentos do segmento de Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, cresceram 2,2%. Por modalidade, os resultados são: Transporte terrestre (4,7%), Transporte aquaviário (14,5%) e Transporte aéreo (3,7%). A atividade de Armazenagem, serviços auxiliares dos transportes e correio apresentou taxa de
-4,2%.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions