A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2019

22/12/2017 11:15

Setor rural foi o que mais recebeu recursos do FCO contratados em MS

Dos R$ 2,3 bilhões, R$ 1,4 bilhão foi destinado ao setor rural; para 2018, o governo segue

Liniker Ribeiro
Setor rural foi o que mais recebeu recursos do FCO contratados em MS

Ano de 2017 está chegando ao fim e um balanço divulgado pelo Governo do Estado revela que R$ 2,3 bilhões em recursos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) foram contratados para investimentos em ações realizadas ao longo do ano.
O valor foi investido na realização de 27 Caravanas FCO pelos municípios, além de 13 eventos específicos de energia fotovoltaica e outros oito de irrigação e armazenagem. O resultado é R$ 1,4 bilhão contratados pelo setor rural e R$ 600 milhões pelo empresarial.

Boa parte dos investimentos foram aplicados no setor rural, que captou recursos para investimentos feitos em armazenagem, correção e conservação de solo, aquisição de máquinas e equipamentos, além de reforma de pastagens e construção de aviários. Foram mais de 3,2 mil operações ao longo do ano.

"Iniciamos 2017 com R$ 2,3 bilhões em recursos do FCO e um período de recessão, a perspectiva era outra. Graças as ações de informação e desburocratização junto com os bancos, Sudeco e Condel, conseguimos atingir um nível histórico em um cenário econômico desfavorável”, afirma o secretário Jaime Verruck.

No setor empresarial, foram injetados R$ 150 milhçoes no comércio, promovendo capital de giro.

Para 2018, o Ministério da Integração Nacional assegurou R$ 2,2 bilhões para o FCO em Mato Grosso do Sul. A programação financeira para o ano que vem e as diretrizes para as aplicações foram definidas pelo Condel (Conselho Deliberativo) nessa terça-feira (29).

Idade para aposentadoria pode subir de acordo com expectativa de vida
A idade mínima para a aposentadoria poderá subir em 2024 e depois disso, a cada quatro anos, de acordo com a expectativa de vida dos brasileiros. Se ...
Após reforma, trabalhador poderá optar pelo regime de capitalização
Os trabalhadores que ingressarem no mercado de trabalho após a aprovação da reforma da Previdência poderão aderir a um regime de capitalização. Essa ...
Empresas deixarão de recolher FGTS de empregados aposentados
Os empregados aposentados que voltarem a trabalhar não terão o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) recolhido pelo empregador. A mudança cons...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions