A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/03/2011 14:44

Sindicato fixa piso salarial em R$ 560 para trabalhador em carvoaria

Jorge Almoas

Durante a primeira convenção coletiva para os trabalhadores que atuam no setor de carvoejamento em Mato Grosso do Sul, o Sitiemc-MS (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores em Indústrias Extrativas, Mineração e Carvão Vegetal em Geral de Mato Grosso do Sul) fixou em R$ 560 o piso salarial da categoria.

A convenção foi realizada sob protestos do sindicato patronal, pois a entidade não possui carta sindical de acordos anteriores, que nunca aconteceram.

O piso salarial fixado em R$ 560 representa porcentagem muito próxima do salário mínimo. Um dos itens definidos na convenção proíbe a comercialização de qualquer tipo de produto dentro das carvoarias, principalmente bebidas alcoólicas.

Um dos motivos que levaram a esta definição é para se evitar acidentes durante a operação nos fornos, o que muitas vezes leva a pessoa a óbito. Outro objetivo é que os produtos não cheguem com valor superfaturado aos trabalhadores, levando-os a comprometer todo o salário que recebem.

Os trabalhadores conquistaram ainda direito a hora extra e adicional de insalubridade. O registro na carteira de trabalho será feito na atividade que a pessoa exerce, e não de forma genérica, como vinha acontecendo.

Estima-se que 15 mil trabalhadores atuem no setor de carvoarias em Mato Grosso do Sul de maneira informal. Já no mercado formal, são cerca de 8 mil trabalhadores.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions