ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 21º

Educação e Tecnologia

Revalida 2021: provas são marcadas para dia 5 de setembro, com etapa em MS

Inscrições serao abertas dia 31 de maio; exame avalia bacharéis de Medicina formados no exterior

Por Silvia Frias | 07/05/2021 08:33
Revalida realizado em dezembro do ano passado, em Campo Grande (Foto/Arquivo)
Revalida realizado em dezembro do ano passado, em Campo Grande (Foto/Arquivo)

O Inep (Instituto Nacional de Estudo e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) marcou para dia 5 de setembro a realização da 1ª etapa do Revalida 2021, exame criado para avaliar os bacharéis de Medicina com diplomas emitidos no exterior. Campo Grande será uma das cidades a sediar as provas.

O edital com as regras e datas foi publicado na edição de hoje do Diário da União. As inscrições podem ser feitas de 31 de maio a 11 de junho, com pagamento da taxa de inscrição de R$ 330,00 até 16 de junho.

As provas objetiva e discursiva serão realizadas em dois períodos, no dia 5 de setembro. O resultado final desta 1ª etapa será divulgado no dia 19 de novembro de 2021. A aplicação do exame seguirá o horário de Brasília, por isso, atenção para quem realizar a prova em Mato Grosso do Sul: na hora local, portões serão abertos às 6h, com fechamento às 6h45. A prova começa às 7h e terminará às 12h. No período da tarde, abertura às 13h30, fechamento às 14h15, início da prova às 14h30 e encerramento às 18h30.

As etapas das provas serão realizadas em Brasília (DF), Campo Grande (MS, Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio Branco (AC), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Após a divulgação dos resultados individuais da 1ª Etapa do Revalida 2021, somente os participantes aprovados poderão inscrever-se na 2ª Etapa (prova de habilidades clínicas), cujas diretrizes, procedimentos e prazos serão publicados posteriormente em edital específico.

O participante aprovado na 1ª Etapa do Revalida, edição 2021, e reprovado na 2ª Etapa (prova de habilidades clínicas), dessa mesma edição, permanecerá habilitado à realização da 2ª Etapa do Exame nas duas edições seguintes, sem necessidade de submeter-se novamente à 1ª Etapa.

O edital alerta que as provas seguirão normas de biossegurança por conta da pandemia da covid-19.

O exame foi criado em 2011. Em 2019 o Ministério da Educação (MEC) anunciou que faria alterações no formato do Revalida. No ano passado, a prova chegou a ser adiada, de outubro para dezembro, em decorrência da covid-19. Antes disso, o Revalida chegou a ficar três anos suspenso.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário