ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  06    CAMPO GRANDE 29º

Educação e Tecnologia

Startup de MS é selecionada em programação de aceleração da América Latina

Máquina recolhe óleo de cozinha usado e dá pontos para usuário trocar por benefícios

Por Gabriel Neris | 03/07/2020 14:29
Zadrik e a máquina de recolhimento de óleo usado (Foto: Divulgação)
Zadrik e a máquina de recolhimento de óleo usado (Foto: Divulgação)

A Startup Óleoponto, de Jardim, a 233 km de Campo Grande, está entre as 40 startups voltadas ao meio ambiente e selecionadas para participar do InovAtiva de Impacto 2020, considerado o maior programa de aceleração de startups da América Latina.

Durante seis meses serão oferecidos digitalmente cursos de capacitação, webinars, treinamento de simulação de pitch com feedback de mentores convidados, workshops e mentorias coletivas e também individuais.

O CEO da Óleoponto, Zadrik Mendonça, explica que a startup trabalha com um modelo de negócios que tange às duas pontas da cadeia produtiva da reciclagem do óleo.

“Nosso produto é uma máquina 100% autônoma que coleta o óleo e atribui pontos ao usuário doador, que pode depois trocar esses pontos por produtos em estabelecimentos parceiros. A primeira ponta, portanto, é o nosso usuário: qualquer cidadão que cozinhe em casa e ficou sabendo da nossa solução, seja porque viu a máquina em um ponto de grande circulação na cidade, porque algum amigo compartilhou alguma ação em redes sociais ou porque viu algum de nossos anúncios. Esse usuário nunca teve incentivo algum para juntar o seu óleo usado e levar até algum ponto de coleta, mas agora consegue receber produtos como óleo novo, produtos de limpeza, etc., através de um sistema simples de bonificações. A outra ponta desse modelo de negócios é o coletor de óleo, que hoje foca sua atuação em restaurantes e grandes cozinhas”, explica.

A equipe também conta com Gabriel Costacurta e Bruno Ribeiro. “Só estamos nesse programa porque temos um time muito bom. Comparo esse momento como a travessia do Rio Paraguai, a nado ou de barco. Atravessar a nado é perigoso, demorado e precisa de um bom preparo, mas é possível a travessia, já de barco é mais seguro, mais rápido e precisa de um bom barco para te levar na outra margem. A InovAtiva Brasil é o barco”, diz Zadrik.

“Através do programa vão surgir oportunidades de conexão com empresas de vários setores, investidores e quem sabe internacionalizar nossa tecnologia. Uma vez que exitem interesses de empresas e pessoas de fora do país”, completa.

Coordenado pela Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade, do Ministério da Economia, e pelo Sebrae, o InovAtiva de Impacto é uma vertente diferenciada do Programa InovAtiva Brasil e tem como objetivo apoiar negócios com propósito de criar iniciativas de âmbito social e/ou ambiental. O programa acontece anualmente e tem duração de cinco meses.