A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/01/2008 17:32

Carnaval de Corumbá cresce em profissionalismo em 2008

Redação

O carnaval 2008 aumentou a responsabilidade nas mãos da Liesco (Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá). A sonorização da Passarela do Samba e a escolha do corpo de jurados passaram a ser designações da entidade, atendendo assim antigas solicitações das agremiações da cidade como explicou o presidente da Liga, Zezinho Martinez em entrevista ao Diário Corumbaense.

"A Prefeitura entendeu que essas questões que mais causam polêmica, deveriam ficar a cargo da Liesco, a entidade ligada diretamente com as escolas, para que o ônus de qualquer infortúnio não recaia sobre o Poder Público. Sabemos de nossa responsabilidade e a gente não mede esforços para fazer o melhor possível". A estrutura de sonorização já foi instalada no percurso do desfile com cerca de 60 caixas de som. Ao invés de fios, a transmissão do som acontece pelo sistema de UHV (ultra-alto-vácuo), interligando todas s caixas sem o tempo de demora entre o emissor e o receptor, para não comprometer o retorno para os ritmistas. "Estamos trabalhando com uma empresa de Campo Grande, até porque essa estrutura não encontramos na cidade".

Outra novidade fica por conta do local de concentração das escolas que passa do cruzamento das ruas Cuiabá e Frei Mariano para o das ruas Dom Aquino e Frei Mariano. De acordo com Zezinho Martinez, a mudança facilitará o aquecimento das agremiações. "Neste local, instalamos um ponto de áudio que irá possibilitar o 'esquenta' das baterias com 30 a 40 minutos de antecedência do horário previsto para o começo do desfile de cada uma", declarou ao lembrar que a atitude colabora para criar o clima de festa entre os componentes.

Jurados - O corpo de jurados será formado por 18 pessoas, 6 de grandes centros como Campo Grande, Goiânia, São Paulo e Rio de Janeiro. "Selecionamos os 12 jurados que melhor atuaram nos últimos carnavais e a eles serão somadas pessoas de fora como sempre foi pedido pelas entidades", disse ao confirmar que a dupla de jurados que irá avaliar um dos quesitos mais polêmicos, casal de mestre-sala e porta-bandeira, não será corumbaense. "As avaliações serão as mais transparentes possíveis com profissionais que sabem que julgarão o trabalho de um ano das escolas. São pessoas isentas que farão uma avaliação técnica", declarou.

Ele lembrou que permanecem, para análise do corpo de jurados, nove quesitos, porém, com uma mudança. "Evolução foi substituído pela ala das baianas. Agora, elas configuram como ponto primordial para a escola". De acordo com essa informação, serão avaliados: bateria, samba-enredo, conjunto, ala das baianas, enredo, alegorias e adereços, fantasias, comissão de frente e mestre-sala e porta-bandeira.

Crescimento - Martinez avalia que a folia em Corumbá a cada ano que passa tem um incremento de foliões. Para 2008, ele acredita que a festa cresça 30% em número de participantes. Com isso, ele reforça: "tenho certeza que, esse ano, o Poder Público se convencerá de que nosso carnaval não comporta mais desfiles pela rua Frei Mariano e avenida General Rondon", falou ao destacar a necessidade de um sambódromo.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions